A ejaculação precoce é um problema que atrapalha a vida sexual de muitos homens.

Embora seja mais comum entre os mais velhos, ele tem aparecido também entre os jovens.

Só que há um fator crucial para piorar essa condição: o psicológico.

Ele se constrange em frente à parceira e, na próxima transa, fica ainda mais nervoso.

Mas você pode ajudá-lo a controlar esse problema, sabia?

Neste post, vamos entender:

  • O que é ejaculação precoce;
  • Como a parceira pode ajudar a reverter o problema.
Ejaculação precoce - também pode ser definida como a ejaculação que ocorre em menos de 2 minutos ou 10 impulsões após a penetração.

Vamos lá?

O que é ejaculação precoce?

É quando, durante a transa, o homem não consegue segurar a ejaculação até a hora da penetração.

Também pode ser definida como a ejaculação que ocorre em menos de 2 minutos ou 10 impulsões após a penetração.

Está muito associado à ansiedade: o indivíduo acha que não vai conseguir controlar, fica ansioso, a ejaculação não dura e se torna motivo de nervosismo na próxima transa.

É como um ciclo. A ansiedade pode chegar a um ponto em que o homem acaba desenvolvendo disfunção erétil.

Falhar durante a relação é normal.

No início do relacionamento, por exemplo, é comum que o homem ejacule mais rápido sem necessariamente sofrer do problema.

Sobretudo ele fica ansioso, já que é um novo relacionamento, e quer mostrar que sabe. Há toda uma pressão psicológica nesse momento.

Portanto, se seu parceiro ejacular precocemente uma vez ou outra, não significa que ele sofra do problema.

Para se caracterizar como essa disfunção, o homem precisa ter tido ejaculações precoces em pelo menos 50% das relações nos últimos 3 meses.

Em alguns casos, o descompasso é ainda maior quando a mulher demora mais tempo para atingir o orgasmo.

A saber, a Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM) especifica 3 critérios para definí-la:

  • O período entre a penetração e a ejaculação é menor do que o desejado;
  • Há falta de controle da ejaculação;
  • O indivíduo sente angústia com a situação.

Além disso, são outros fatores constantes na ejaculação precoce:

  • O indivíduo ejacula antes da penetração;
  • O indivíduo ejacula depois da penetração.

Decerto muitos casos clinicamente avaliados de ejaculação precoce mostram uma grande preocupação do homem em proporcionar satisfação à sua parceira.

Enfim, mas como eu te disse, isso só causa ansiedade e agrava o problema.

No entanto, é preciso entender que o orgasmo simultâneo é raro. Numa relação sexual, o importante é que ambos se satisfaçam, mas cada um na sua forma e no seu tempo.

Ejaculação precoce - numa relação sexual, o importante é que ambos se satisfaçam, mas cada um na sua forma e no seu tempo.

Como a ejaculação precoce pode ser classificada?

Primeiramente, existem duas formas de classificar o distúrbio:

  • Vitalícia: quando o homem enfrenta o problema desde a perda de sua virgindade. A ejaculação que ocorre sempre ou quase sempre antes da transa ou dentro de um minuto após a penetração vaginal. O indivíduo é incapaz de retardar a ejaculação e isso o leva a uma série de consequências negativas, como angústia e frustração.
  • Adquirida: o homem desenvolve a ejaculação precoce depois de uma vida sexual normal. Ele percebe uma redução significativa no período entre a penetração e a ejaculação para cerca de 3 minutos ou menos. Os sentimentos de angústia e ansiedade também são comuns.

Qual a causa do problema?

A ejaculação precoce é uma disfunção multifatorial, ou seja, há vários motivos por trás dela.

Além de tudo, nenhuma causa orgânica foi cientificamente foi comprovada, mas infecções no trato urinário e disfunção hormonal podem estar relacionados.

Além disso, existem outros fatores ligados:

  • Prostatite (inflamação da próstata);
  • Algumas doenças neurológicas;
  • Histórico de relações sexuais;
  • Comportamento ansioso;
  • Depressão;
  • Uso de medicamentos,  preocupação com desempenho sexual, déficit de comunicação entre os parceiros e falta de experiência sexual também são fatores que desencadeantes.

A ejaculação precoce é um problema exclusivo dos homens?

Não.

A parceira também sofre com isso, já que ela acaba não sentindo o orgasmo e, em alguns casos, ela acha que a culpa é dela.

Ejaculação precoce - numa relação sexual, o importante é que ambos se satisfaçam, mas cada um na sua forma e no seu tempo.
Power New Caps

Como é o tratamento?

Existem diversas formas de tratar a ejaculação precoce. Conheça algumas:

Tratamento psicológico

Como dito, muito do problema vem da ansiedade.

Portanto, o ideal é tratá-lo pela raiz. Conversar com um psicólogo pode ajudar a perceber o que fez o homem ficar tão ansioso não só no sexo, mas em outros aspectos da vida.

Tratamento médico

Procurar por um especialista também é importante. Assim, o homem trata o aspecto físico e o psicológico ao mesmo tempo.

Terapia de casal

Ao mesmo tempo, a terapia pode proporcionar ótimos resultados para o casal.

No entanto, ambos devem estar dispostos a participar tanto de sessões em dupla quanto individuais.

Afinal de contas, antes de formarem um casal, vocês são indivíduos independentes. Os dois precisam se preparar para expor angústias e mágoas e avaliar se o relacionamento vale a pena.

Exercícios pélvicos

Certamente os exercícios pélvicos, chamados de Pompoarismo, são mais populares entre as mulheres, mas também podem ser adotados pelos homens!

Você sabia que existe o Pompoarismo Masculino?

O Pompoarismo também faz maravilhas pelo homem — e ele não precisa de nenhum instrumento para começar!

E melhor: quando estiver craque na técnica, poderá fazê-la em qualquer lugar!

Embora não seja muito conhecidos entre o público masculino, o Pompoarismo é uma técnica milenar.

Criada na Índia e aperfeiçoada no Japão e na Tailândia, foi muito usada pelas gueixas. Chegou ao Ocidente por meio de Kegel, ginecologista que ensinava a técnica às grávidas que sofriam de incontinência urinária.

Uma mulher bem treinada pode usar o Pompoarismo para se proteger de estupradores. Sério, a técnica é capaz de quebrar um pênis! Mas isso requer muito treinamento, uso de aparelhos e orientação especializada.

Já o homem também precisa de auxílio profissional, mas pode fazer as técnicas usando apenas a força do corpo.

Além do mais, o Pompoarismo requer a contração e soltura do músculo pubococcígeo, que forma o assoalho da cavidade pélvica e apoia os órgãos da região. Assim como qualquer outro músculo, ele precisa ser tonificado para manter sua saúde, força e longevidade.

Além dessa fortificação, os exercícios elevam os testículos, reforçam o cremáster e o esfíncter anal, aumentam a sensibilidade da região genital e a autoestima masculina.

Aliás, quando ele está bem forte, ajuda você a manter o controle do órgão genital.

Isso significa ereções melhores e com mais qualidade. É como um Viagra, mas sem efeito colateral. Além disso, ele traz vários outros auxílios:

  • Aumenta a sensibilidade da região íntima;
  • Combate a perda involuntária de urina;
  • Melhora o controle sobre as fezes;
  • Melhora a qualidade do orgasmo;
  • Aumenta o tempo da ejaculação;
  • Combater a ejaculação precoce;
  • Melhora a saúde da próstata;
  • Combate a disfunção erétil.

Como ajudar o parceiro a controlá-la?

Em primeiro lugar, é essencial procurar ajuda antes de perder o interesse na relação.

Veja como vocês dois podem contornar o problema juntos:

Converse

Com toda a certeza o constrangimento costuma acontecer pela falta de intimidade entre os parceiros.

Acredite: mesmo pessoas que são fisicamente íntimas podem não estar tão conectadas assim.

Um parceiro deve ser seu melhor amigo e vice-versa.

Pergunte a ele o que está acontecendo, se ele quer falar sobre o assunto e diga que pode se abrir com você.

Nesse aspecto, é também fundamental convencê-lo a procurar ajuda.

Aliás, ninguém precisa viver em um eterno sofrimento, não é verdade? Principalmente na vida sexual.

Ninguém tem culpa

Ejaculação precoce não é um problema com “culpados” — ela simplesmente acontece.

Portanto, não pense que ele perdeu o desejo por você ou que está com amantes.

A propósito, a culpa também não é dele; não é algo que possa controlar. Achar a raiz da disfunção é diferente de apontar o responsável por ela.

Se ele começar também a se vitimizar, corte a conversa. E se ele ousar culpar você, não aceite, certo?

Tenha paciência

Se ninguém tem culpa, resista à tentação de menosprezá-lo por causa do problema.

Há quem adote uma postura meio “mandona” ou debochada, com piadas que só fazem ferir a segurança de quem sofre com o problema.

Então, enquanto o problema não é resolvido, aguente firme (e se dê prazer, mulher! Masturbação está aí para isso).

Tente outras técnicas

Primeiramente, sexo não se limita à penetração, não é verdade?

Há mulheres que estão há anos com o mesmo parceiro, mas nunca sentiram um orgasmo. Isso porque ambos não tentaram outras formas de prazer.

Além disso, o homem está tão preocupado em retardar o orgasmo que não pensa em outras atitudes essenciais para excitar a mulher, como beijos, carícias, dedos, língua e outras formas de estimulação sexual.

Vou te dar duas dicas para você tentar com seu marido:

  • Start stop: é um jogo sexual e começar e parar a masturbação antes de chegar ao orgasmo para ir aumentando cada vez mais a excitação. O objetivo deste exercício é fazer com que ele tenha as sensações que antecedem do orgasmo e, com isso, consiga controlá-lo melhor e evitar que a ejaculação chegue antes da hora. Até porque a ejaculação precoce é tão desagradável para o homem que, muitas vezes, ele sequer repara que gozou ou não sente nenhum prazer com o ato.
  • Sexo sem penetração: vocês vão fazer atividades eróticas que não terminem em penetração. Podem ficar no sexo oral, banhos, massagens, dirty talks e muito mais. O objetivo é sair dessa ideia de que a transa gira ao redor do pênis! Sério, gente: tem um mundo de possibilidades além do convencional.

Use camisinha

Além de evitar patologias e prevenir a gravidez, a camisinha também pode ser uma aliada para retardar a ejaculação precoce.

Isso porque, quando o homem não usa preservativo, a sensibilidade do pênis aumenta.

Enfim, é mais difícil controlar quando o estímulo é maior — o que costuma acontecer com homens que tem hipersensibilidade na glande.

Olha, você pode saber mais sobre esse e outros assuntos como a disfunção erétil no meu blog de homens, o Conversa Pra Homem!

Por lá, você vai entender tudo sobre o mundo masculino (na visão deles).

Viu como você pode ajudar seu parceiro a superar o problema da ejaculação precoce?

Para mais dicas, assista agora ao vídeo onde explico mais sobre o assunto!

Acompanhe sempre o blog para ler mais artigos sobre sexualidade, Pompoarismo, saúde e autoestima!

Super beijo!