Como funciona a terapia de casal: vai resolver os problemas do relacionamento? - Mulheres Bem Resolvidas

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Como funciona a terapia de casal: vai resolver os problemas do relacionamento?

Todos os casais passam por problemas.

Ainda assim, em alguns casos, as coisas chegam em um nível que os dois não conseguem mais ter diálogo.

Ou seja, as discussões passam a ser quase diárias e parece não haver mais solução possível.

Nestes casos, é hora de procurar uma ajuda externa, e nada melhor do que a terapia de casal.

No texto, eu explico um pouco como funciona esse tipo de terapia e como um casal pode se beneficiar dela! Vamos falar sobre:

  • O que é terapia de casal?
  • O que não é terapia de casal
  • Como acontece?
  • Aspectos cruciais
  • Para quem é?
  • Como a terapia para casais pode ajudar?
  • Razões para procurar a terapia de casal
  • Você não é o cliente. O casal é o cliente!
  • Faça um esforço
  • Último recurso?
  • Quando é o momento certo para procurar ajuda?
southdevoncouplestherapy

Vamos lá?

O que é terapia de casal?

A terapia de casal é um tipo de psicoterapia na qual um terapeuta com experiência clínica trabalhando com casais, ajuda duas pessoas envolvidas em um relacionamento romântico a refletir sobre o relacionamento.

Primordialmente, o objetivo é resolver conflitos e melhorar a qualidade do relacionamento, utilizando uma variedade de intervenções terapêuticas.

Embora a prática possa variar dependendo da orientação teórica do terapeuta, toda terapia de casais envolve os seguintes elementos gerais:

  • Um foco em um problema específico (isto é, dificuldades sexuais, vício em internet, ciúme);
  • Participação ativa por parte do terapeuta no tratamento da relação em si, em vez de cada indivíduo separadamente;
  • Intervenções voltadas para a mudança logo no início do tratamento;
  • Um claro estabelecimento de objetivos de tratamento.
A terapia de casal é um tipo de psicoterapia na qual um terapeuta com experiência clínica trabalhando com casais, ajuda duas pessoas envolvidas em um relacionamento romântico a refletir sobre o relacionamento.
Center for Cognitive and Behavioral Health Couples

O que não é terapia de casal

É importante lembrar que quando você vai para a terapia de casal, o terapeuta não deve dizer a você o que você deve fazer, mas ele deve explicar sua situação da melhor forma possível, viu?

Aliás, ele também não lhe dará sua opinião pessoal e não lhe dirá se, como casal, você deve separar ou não.

Acima de tudo, o papel de um terapeuta de casais é facilitar a mudança e a resolução, ajudando o casal a se comunicar de forma mais eficaz e a chegar às próprias conclusões.

Se você está nervosa em discutir assuntos particulares com um estranho, deve ter em mente que o terapeuta não está lá para criticar. Suas sessões de aconselhamento devem ser um espaço livre de julgamento, e você pode explorar suas ações abertamente.

Como acontece?

A saber, a terapia de casal geralmente começa com algumas perguntas padrão de entrevista sobre a história do relacionamento, bem como alguma exploração da família de origem, valores e antecedentes culturais de cada parceiro.

Aliás, o terapeuta pode usar as sessões iniciais para intervenção em crises, se necessário.

Assim, ele ajudará o casal a identificar a questão que será o foco do tratamento, estabelecendo metas e planejando uma estrutura para o processo.

Além disso, o terapeuta ajudará o casal a entender melhor a dinâmica da relação que mantém o problema, ao mesmo tempo em que ajuda os dois parceiros a entender cada um de seus papéis nas interações.

Com toda a certeza, isso os ajudará a mudar a maneira como percebem o relacionamento e o outro.

Aspectos cruciais

Um aspecto crucial da terapia de casal envolve, na verdade, em mudar comportamentos e formas de interagir uns com os outros.

Olha, em relação às técnicas utilizadas, parte do trabalho que é feito é realizado dentro das próprias sessões de aconselhamento.

No entanto, você também será solicitado a realizar uma “lição de casa”.

Normalmente, seu terapeuta irá propor que você faça uma tarefa ou fale sobre algo específico quando chegar em casa.

Mais tarde, durante a sua próxima sessão, você terá a oportunidade de falar sobre essa tarefa, discutir qualquer desafio que tenha acontecido contra você e como a experiência fez você se sentir.

Para quem é?

A terapia de casal é benéfica para qualquer tipo de relacionamento.

Por exemplo, um casal recém-casado pode achar que o aconselhamento pré-matrimonial é uma oportunidade para atender às expectativas de relacionamento antes de se casar.

Outro casal, com mais de 25 anos de relacionamento, pode descobrir que a terapia é uma maneira eficaz de recuperar um sentimento de excitação e romance em seu relacionamento.

Enfim, a terapia de casal pode resolver um problema atual, prevenir que um problema se agrave, ou simplesmente fornecer um “check-up” para um casal feliz que está passando por um período de transição ou estresse.

As áreas comuns de preocupação abordadas nesse tipo de terapia incluem problemas com dinheiro, paternidade, sexo, infidelidade, sogros, problemas crônicos de saúde, infertilidade, jogos de azar, uso de substâncias, distância emocional e conflitos frequentes.

Como a terapia para casais pode ajudar?

Primeiramente, quando estamos em um relacionamento ou casamento há muito tempo, pode ser fácil cair na armadilha de não ouvir a outra pessoa ou não comunicar claramente nossas necessidades.

Às vezes, falar com alguém que não tem conexão com você ou com seu parceiro é tudo o que é necessário para que você ganhe perspectiva.

Saiba que o que a terapia de casal oferece é a oportunidade de conversar com alguém que não tem noções preconcebidas sobre o que é um casal, com a vantagem adicional de ter habilidades e treinamento para guiá-los em suas preocupações.

O objetivo geral da terapia de casal é ajudá-la a fazer o seguinte:

  • Entender como fatores externos, como valores familiares, religião, cultura e estilo de vida afetam seu relacionamento;
  • Refletir sobre o passado e como ele funciona no presente;
  • Comunicar-se de maneira mais construtiva;
  • Negociar e resolver conflitos sempre que possível.

À medida que as sessões de aconselhamento progridem, você e seu parceiro podem encontrar uma maneira de  superar seus problemas, ou você pode decidir que está na hora de se separar.

De qualquer forma, a terapia oferece a você o espaço para crescer e decidir o que você gostaria de fazer no futuro.

É importante lembrar que quando você vai para a terapia de casal, o terapeuta não deve dizer a você o que você deve fazer, mas ele deve explicar sua situação da melhor forma possível, viu?

Razões para procurar a terapia de casal

1. A confiança foi quebrada

Uma das razões mais comuns para buscar a terapia de casal é a necessidade de ajuda para superar uma grande quebra de confiança ou traição.

Talvez tenha sido a infidelidade na forma de sexo; talvez tenha sido um assunto emocional; talvez tenha sido uma série de mentiras ou enganos sobre dinheiro.

Em qualquer caso, a reconstrução da base de confiança pode ser auxiliada pelo estabelecimento de um fórum no qual ambas as partes sejam livres para expressar sua vulnerabilidade.

2. As brigas estão ficando mais frequentes

Você percebe que vocês estão brigando cada vez mais?

Talvez sejam “pequenas” discussões, ou talvez sejam grandes conflitos que deixem rastros de drama.

De qualquer maneira, é o padrão do aumento que é importante.

Talvez seja um pontinho na tela, com um de vocês passando por algo difícil pessoalmente. Mas também pode indicar uma trajetória de discussões constantes.

Assim sendo, o mais importante é que pode mostrar que há problemas significativos sob a superfície que não estão sendo realmente tratados.

3. A comunicação é fraca

Talvez o conflito aberto não seja o problema, mas você constantemente se sente incompreendida ou ignorada.

Ou talvez você sinta que nem tem uma boa ideia do que está acontecendo com seu parceiro emocionalmente ultimamente; ele pode muito bem ser um estranho.

Enfim, muitas vezes, um dos resultados mais concretos da terapia de casal é o aumento e a qualidade da comunicação.

Dessa forma, um conselheiro qualificado pode dar ao casal ferramentas que ajudarão os dois a se comunicar, ouvir e entender um ao outro muito melhor em uma base diária.

4. Algo definitivamente parece errado, mas você não tem certeza do que ou por quê

Assim como na terapia individual, às vezes a terapia de casal é útil não apenas para resolver problemas, mas também para identificá-los.

Digamos que algo na dinâmica do seu casamento tenha mudado, mas você não pode descrevê-lo.

Ou você não se sente tão confortável com seu parceiro como costumava fazer. Ou você se encontra ressentida com ele, mas não tem certeza do motivo.

Estes são, muitas vezes, sinais precoces de que as interações estão se tornando disfuncionais.

Isso não significa que uma pessoa é a culpada, mas sim que a relação em si poderia ter um ajuste.

Nesses casos, o  consultório de um terapeuta é, muitas vezes, um lugar muito benéfico para iniciar esse processo.

Uma das razões mais comuns para buscar a terapia de casal é a necessidade de ajuda para superar uma grande quebra de confiança ou traição.

5. Há algo que você quer que seu parceiro saiba, mas você não é capaz de dizer a ele

Às vezes, a beleza da terapia começa com a própria sala: ela pode se tornar um lugar seguro e de apoio para você abordar coisas que são difíceis de discutir em outras situações.

Um profissional treinado com uma presença calorosa muitas vezes pode ajudá-lo a superar seus medos de compartilhar algo com seu parceiro. 

6. Um ou ambos perdem a razão durante um conflito

O modo como um casal lida com o conflito é uma das melhores maneiras de diagnosticar se o relacionamento deles irá ou não durar.

Talvez você ou seu parceiro se desligue, ataque ou então seja vingativo ou passivo-agressivo.

Infelizmente, há várias formas erradas de lidar com conflitos – o que serve para tornar o problema original muito pior.

7. Você passou por algo devastador que está mudando a maneira como você se conecta com o seu redor

Às vezes, a dor de um acontecimento traumático pode afetar um relacionamento.

Por exemplo, muitos casais seguem caminhos separados após a perda dolorosa de uma criança.

Outras vezes, é o desemprego de longa duração, uma crise de saúde ou tumulto dentro de uma das famílias de origem do parceiro.

Olha, você pode não pensar em ir ao aconselhamento de casais na esteira de algo tão grande acontecendo, afinal, você tem o suficiente para se preocupar.

No entanto, manter o vínculo forte entre vocês pode ajudar a união e dar força adicional para resistir à tempestade que vem.

8. Você se sente presa em maus padrões

Não há limite para o número de padrões que os parceiros desenvolvem no dia a dia.

Podem estar relacionados a como e quando comem e dormem (e o sono insuficiente está associado a problemas conjugais), quanto tempo eles gastam separados ou com os outros, quem lida com várias tarefas domésticas, como interagem com as famílias uns dos outros.

Talvez seja algo simples, talvez um dos cônjuges encha os ouvidos do outro reclamando sobre algo, mas nunca quer ouvir.

Ou até mesmo seja mais profundo, como uma longa divisão de tarefas domésticas que parece injusta.

Quanto mais tempo um padrão se estabelece, mais energia e tempo serão necessários para mudá-lo. Melhor começar cedo.

9. Intimidade emocional inexistente

É quase um clichê para dois parceiros sentirem que a “faísca” desapareceu depois de passar uma década ou mais juntos, e que eles são mais companheiros de quarto do que almas gêmeas.

Às vezes, isso acontece porque a rotina da vida cotidiana começou a limitar a capacidade de se conectar, e é simplesmente uma questão de voltar a priorizar.

Outras vezes, pode ser mais profundo, como dois parceiros que vêm se distanciando silenciosamente, mudando por um longo período ou até mesmo aprendendo a suprir suas necessidades em outro lugar.

10. Intimidade física é um problema

Questões sexuais podem ser tanto um sintoma quanto uma causa de problemas de relacionamento, o que significa que muitas vezes ele está na vanguarda das queixas diárias de um casal.

Às vezes, a mudança é óbvia e frustrante – um casal passa da intimidade física frequente para quase nada, e é chocante. Outras vezes, é algo gradual.

Em outros casos, há mais conflitos explícitos, com um parceiro expressando frustração, um parceiro constantemente sendo rejeitado ou o sexo sendo usado como ferramenta de barganha.

Seja qual for o problema, um conselheiro qualificado pode ajudá-la a começar a trabalhar nele.

Você não é o cliente. O casal é o cliente!

A maioria dos casais terapeutas tem o que eles chamam de “Regra Sem Segredos”.

Isso significa que tudo que você compartilha individualmente com o terapeuta também é compartilhado com o outro parceiro.

Além disso, não espere que um parceiro seja o foco da terapia. Sim, mesmo se esse parceiro foi quem traiu, por exemplo.

Mesmo que seja o único com o problema da bebida. Ou mesmo se ele não estiver mais interessado em sexo.

Isso é sobre vocês dois como uma unidade, e não um de vocês como indivíduo.

Faça um esforço

Para seu próprio bem, faça um esforço!

Inegavelmente, uma das coisas mais difíceis para os casais que estão decidindo se vão ou não se separar é que essa dúvida geralmente os torna resistentes em fazer o trabalho.

Todavia, fazendo este isto irá ajudá- la, não importa o que acontece com o relacionamento.

Antes de mais nada, saiba que os seres humanos se comportam em padrões. Negligencie isso, e é provável que você repita os mesmos comportamentos prejudiciais e siga os mesmos padrões em seu próximo relacionamento também.

Último recurso?

Para alguns, a sugestão de terapia é considerada um “último recurso” para salvar um relacionamento/casamento.

Embora, é claro, às vezes isso seja o caso, não precisamos esperar até que as coisas fiquem tão ruins, antes de tentar a terapia.

Similarmente, muitos casais usam sessões como forma de manter seu relacionamento saudável e abordar quaisquer preocupações subjacentes que possam se tornar conflitos no futuro.

Quando é o momento certo para procurar ajuda?

Em suma, cada casal é diferente e, portanto, escolher buscar ajuda dependerá da natureza do problema que você está enfrentando.

Caso você esteja preocupada com o seu relacionamento (por qualquer motivo) e acha que não consegue chegar a uma conclusão por conta própria, procure uma terapia de casal!

Com toda a certeza o terapeuta vai oferecer espaço para que você se sinta segura o suficiente para expressar aquelas coisas que normalmente não expressaria de outra forma.

Isso refletirá de forma muito positiva na relação a dois!

Gostou do artigo? Fique aqui no blog para mais textos sobre autoestima, sexo e relacionamentos! Tire suas dúvidas e escreva nos comentários. Terei o prazer em conversar com você!

Beijo!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)