Cafuné: entenda por que a troca de carinhos é importante em um relacionamento - Mulheres Bem Resolvidas

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Cafuné: entenda por que a troca de carinhos é importante em um relacionamento

Quem nunca relaxou e até adormeceu recebendo uma massagem na cabeça?

O famoso cafuné é capaz de fazer milagres quando estamos tensas e nos deixa mais descansadas e felizes.

Porém, você sabia que essa simples carícia pode ser ainda mais fundamental entre um casal?

No texto de hoje, você vai saber um pouco mais sobre o cafuné e entender por que essa troca de carinhos é tão importante em um relacionamento.

Vamos falar sobre:

  • O que é cafuné?
  • Por que um toque simples é tão importante?
  • Fome de toque
  • Fazer cafuné é cada vez mais raro.
  • Toque íntimo x toque não íntimo
  • Comunicação do amor
  • Como o cafuné pode beneficiar o seu relacionamento?
  • Use o cafuné sem restrição.
O famoso cafuné é capaz de fazer milagres quando estamos tensas e nos deixa mais descansadas e felizes.

O que é cafuné?

“Simples ato de acariciar, adormecer, contemplar ou relaxar alguém. Ato com raízes na intimidade e no carinho. Uma carícia marota. Estalidos na cabeça de alguém. Imitação a caça aos piolhos.”

Apesar dessa palavra (e do gesto) ser tão popular no Brasil, não existe uma tradução em outras línguas.

Uns acreditam que a palavra vem do quimbundo (uma língua da Angola), e significa “tomar a cabeça de alguém e torcê-la”.

Anos depois teria mudado o significado para coçar a cabeça de alguém com delicadeza.

Já outros acreditam que a palavra é brasileira. Através de fotos, é possível perceber entre os índios Bororós a prática social de catar piolhos e acariciar, coçando as cabeças de elementos deitados nos colos de índias mães ou companheiras.

Cafuné: entenda por que a troca de carinhos é importante em um relacionamento

Por que um toque simples é tão importante?

De acordo com Laura Guerrero, coautora do livro “Contatos Imediatos”, que pesquisa comunicação não-verbal e emocional na Universidade Estadual do Arizona, “nos sentimos mais conectados a alguém que nos tocam”.

Apenas o ato físico de um toque gentil e quente diminui a pressão arterial e libera o “hormônio do amor”, a oxitocina.

E isso acontece nos dois sentidos. Aqueles que dão abraços, por exemplo, também têm uma reação fisiológica semelhante.

Aliás, tocar também é um fator chave para um relacionamento duradouro.

De acordo com os pesquisadores e autores, Dr. Charles e Dra. Elizabeth Schmitz, tocar alguém que você ama é reconhecer sua presença e comunicar seu desejo por ela.

Fome de toque

Tocar nos outros e ser tocado são modos fundamentais de interação humana, que são essenciais para a nossa saúde e bem-estar.

Hoje, quando a comunicação online parece substituir a interação face a face, o toque não perde sua importância.

Ao mesmo tempo, vemos que nossas vidas se tornam cada vez mais livres de toques, pois podemos nos comunicar e receber muitos serviços digitalmente.

Aliás, os pesquisadores chegaram a criar um termo chamado “fome de pele”, que é um estado de privação de toque e anseio por contato humano físico.

Portanto, depressão e problemas de saúde, tanto físicos, como mentais, podem muitas vezes ser os efeitos da “fome de pele” – mais gravemente sentidos por idosos, prisioneiros e outras pessoas que levam vidas solitárias.

De maneira idêntica, não é surpreendente que os movimentos relacionados ao poder de tocar, como o Reiki ou a arte de cura japonesa Jin Shin Jyutsu se tornem cada vez mais populares.

Posteriormente, muitas pessoas estão até mesmo buscando “profissionais”, como fisioterapeutas ou quiropráticos, possivelmente para preencher o vazio do toque carinhoso de um colega.

O cafuné também pode contribuir para a saúde física e bem estar geral.

Fazer cafuné é cada vez mais raro

Um cafuné e outros pequenos toques podem provocar sentimentos de vínculo e apego nos casais.

De acordo com vários estudos, em relacionamentos longos, o cafuné também pode contribuir para a saúde física e bem estar geral.

No entanto, embora seja comum os casais serem muito físicos no início de um relacionamento – não poderem manter as mãos longe um do outro -, com o tempo, muitas vezes nos distraímos com as exigências do trabalho e do lar, e esquecemos de tocar nossos parceiros.

Assim, puxe pela memória: qual foi a última vez que seu parceiro fez carícias na sua cabeça?

Provavelmente, faz um bom tempo.

Toque íntimo x toque não íntimo

Não podemos negar que a intimidade sexual é crucial para cultivar um relacionamento forte e duradouro.

Com toda a certeza o importante é não limitar os toques apenas ao jogo íntimo.

Quando você está em uma relação, tocar começa a ter um impacto ainda mais profundo. 

De fato à medida que o relacionamento amadurece, a importância de tocar cresce e se diversifica.

Por exemplo, toques diários podem fortalecê-lo e melhorar o amor, que são provavelmente alguns dos benefícios mais importantes do toque humano.

Geralmente os relacionamentos em que a afeição física é priorizada geram menos brigas. Mesmo se você se encontrar em um conflito, pode ser mais fácil resolvê-lo com o toque.

Enfim, se o casal demonstra sinais de afeição física, como abraços e cafunés enquanto está tendo problemas, é provável que resolvam o conflito mais cedo.

Comunicação do amor

O toque é uma das mais íntimas de todas as ações.

Ele permite que você se mude para o espaço sagrado, criando presença e conexão.

Embora a maioria das mulheres adore ouvir as palavras “eu te amo”, o toque pode conduzir para a verdadeira intimidade.

As palavras são processadas na parte pensante do nosso cérebro, enquanto o toque vai diretamente para os nossos centros emocionais.

Enfim, o toque regular de seu parceiro faz com que as endorfinas fluam, o que cria uma sensação de carinho e prazer, além de ajudar a acalmar as tensões do dia.

Além disso, ele é a comunicação do amor.

Envolve os sentidos para o nosso bem estar emocional e físico, e é uma maneira poderosa de expressar o que não podemos dizer.

Como o cafuné pode beneficiar o seu relacionamento?

Pode aliviar o estresse

Um dos efeitos mais incríveis do cafuné é sua capacidade de ajudar nossos corpos e cérebros a relaxar.

Primeiramente quando tocamos ou somos tocados por alguém próximo, produzimos mais o humor estimulando a serotonina e menos o cortisol, o hormônio do estresse.

Assim, nossa frequência cardíaca e pressão sanguínea diminuem e nossas ondas cerebrais mudam a direção do relaxamento.

Aliás, estudos sugeriram que quando somos massageados ou tocados com carinho, antes de um evento estressante (como uma apresentação de trabalho), somos mais capazes de lidar com o estresse.

Pode deixar você mais saudável e mais feliz

Antes de mais nada, quando o toque é desejado, parece ser fantástico para nossa saúde geral – e para a saúde de nossos relacionamentos, dizem os especialistas.

Como resultado, em uma espécie de efeito dominó, quando estamos relaxados e recebendo mais substâncias químicas que nos fazem sentir bem e menos estressantes, somos mais capazes de combater doenças e infecções.

Um cafuné pode melhorar a irritação

Certamente as brigas são comuns no relacionamento, mas quando elas se tornam muito frequentes, expressões de amor podem fazer toda a diferença.

A saber, da próxima vez que você se encontrar em uma briga, ofereça um cafuné ou segure a mão do seu parceiro.

Embora isso não resolva magicamente seus problemas, será mais provável que a briga não pareça tão forte como antes.

Conforto na crise

Quando nosso mundo vira de cabeça para baixo, poucas coisas oferecem mais conforto do que um abraço ou cafuné da pessoa que você ama.

Se o seu parceiro vier até você com uma crise, não pense que você precisa dizer qualquer coisa: basta abrir os braços, deixá-lo entrar e fazer um cafuné.

Use o cafuné sem restrição

Enfim, um cafuné é um carinho fundamental entre o casal.

Embora haja pessoas que acham difícil demonstrar suas emoções através do contato físico, um simples cafuné pode ser um elemento mágico no relacionamento.

O esforço vale a pena!

Assim, essa simples carícia pode fazer com que seu parceiro se sinta mais valorizado, desconectado dos problemas cotidianos e mais aliviado em um momento de desânimo.

Por isso, faça o cafuné sem restrição e veja como a pessoa do seu lado vai agradecer.

E você, costuma fazer um cafuné no seu parceiro? Ele costuma gostar? Conta aqui para a gente aqui nos comentários! Vou adorar conversar com você!

Beijo!

 

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Os 3 segredos dos relacionamentos duradouros e felizes. Baixe Agora!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 avaliações, média: 5,00 de 5)