Sexo sem camisinha: é seguro fazer sem ou não?

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Sexo sem camisinha: é seguro fazer sem ou não?

Na hora que o sangue ferve e dá aquele tesão, quase ninguém pensa em segurança. Na verdade, nem queremos pensar, só queremos sentir! Por isso, muitas pessoas fazem sexo sem camisinha. Contudo, é necessário falar sobre esse assunto e de como é importante ser prevenido, seja contra doenças ou para evitar uma gravidez indesejada.

Com criatividade, dá para fazer muitas brincadeiras, tornando a camisinha algo mais que gostoso, uma forma de apimentar o relacionamento. Então, com o tempo, torna-se um hábito e tanto você quanto seu parceiro entenderão que o preservativo faz parte do dia a dia de vocês.

sexo sem camisinha

Além disso, há as vezes em que mulheres deixam de usar o preservativo de forma involuntária. Pode ser porque a camisinha rasgou ou, em casos mais extremos, quando não há sexo consensual. E o que fazer quando isso acontece? Esse é uma dúvida que marca muitas mulheres.

Quer saber o que fazer em casos de sexo sem camisinha? Aprender como conversar com o parceiro que não aceita usar preservativo? Continue a sua leitura e veja também como é essencial se proteger!

A falta de conhecimento é a primeira barreira para quem prefere fazer sexo sem camisinha. Muita gente logo fala que é “chupar bala com papel”. Mal sabem que existem diversos tipos e modelos, desde as texturizadas que aumentam o prazer até outras que fazem o homem demorar mais a gozar, aumentando as chances de um orgasmo sensacional, principalmente se a mulher sabe fazer os movimentos do pompoarismo. Ou seja: fazer sexo com camisinha pode aumentar as sensações e apimentar a relação.

O preservativo é um dos métodos mais eficazes para evitar a gravidez. Contudo, esse é apenas um dos atributos da camisinha. Imprescindível para a segurança tanto de homens quanto de mulheres. E tenho certeza de uma coisa: quando na hora do tesão você deixa para lá, bate aquele arrependimento depois, não é mesmo? Isso acontece porque para não ter um filho antes da hora ou para prevenir-se contra doenças, todos sabemos que a camisinha é essencial.

camisinha

No post de hoje, você vai ver:

  • Por que sexo sem camisinha é um problema
  • Meu parceiro não aceita usar camisinha
  • Como agir quando acontece de forma involuntária
  • Vantagens do sexo com camisinha
  • Quais são as dúvidas comuns sobre sexo e camisinha
  • Como fazer um sexo gostoso — e com camisinha!

Não deixe de ler para entender direitinho como é importante não fazer sexo sem camisinha. Vamos lá!

Por que sexo sem camisinha é um problema?

Bem queríamos falar que não existem riscos em uma relação sexual, principalmente se você estiver em um relacionamento estável. Infelizmente, essa não é a realidade, o que inclui assuntos como traição e sexo fora do casamento.

O número de DSTs no Brasil só aumenta, em boa parte por conta do sexo sem camisinha, alcançando qualquer estado civil, gênero, orientação sexual, faixa etária ou classe social.

Outro agravante é que esse tipo de doença torna o corpo desprotegido contra diversos outros problemas, inclusive piorando as taxas de mortalidade para mães e filhos.

camisinha previne doenças

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), entre os brasileiros, anualmente são mais de 900 mil pessoas infectadas por sífilis, 1 milhão e meio para gonorreia, quase dois milhões para clamídia, 600 mil para herpes genital e quase 700 mil para HPV. E, sim, você leu direito: esse é o número de infecções por ano. Para a Aids, entre 2009 e 2015, passamos de 231 mil para 455 mil pessoas em tratamento do HIV, o que significa um aumento de 97%.

Ao lado dessas estatísticas, pesquisas confirmaram que quase 50% da população manifesta não utilizar o preservativo durante o ato sexual. E entre os jovens o quadro é um pouco pior:  estima-se que apenas 66% dos adolescentes entre 13 e 15 anos usam camisinha, e esse número vem caindo a cada ano, o que aumentou a quantidade de aidéticos nessa população.

Com relação à saúde das mulheres, a atenção deve ser redobrada. Isso porque os sintomas de muitas DSTs passam despercebidos, confundidos com reações comuns do corpo feminino. Por exemplo, a sífilis costuma ser diagnosticada apenas em estágio avançado.

Meu parceiro não aceita usar camisinha

“Ah… eu não quero usar esse negócio…” “Mas machuca!” “Não sinto nada usando camisinha…” E por aí vão os argumentos dos homens que não querem usar o preservativo. Ainda que seja utilizado látex e isso possa interferir na sensação do pênis, a camisinha não diminui o prazer. Pelo contrário, pode melhorar o sexo! Tudo depende de optar pelo tipo de camisinha mais adequado e também de ter criatividade na escolha.

E é por aí que você pode começar a conversa com o seu parceiro: camisinha e prazer combinam muito bem!

casal camisinha

Outra forma é fazer uma proposta para experimentar juntos como vai ser. Se você fizer ginástica íntima, pode inclusive fazer uns movimentos que vão ajudar na fricção. Utilize uma camisinha com texturas por dentro e ele vai ter ainda mais sensações. E que tal usar uma que possa retardar a ejaculação? Depois disso, duvido que ele venha novamente com a ideia de fazer sexo sem camisinha.

Uma dica importante é uma das reclamações mais comuns, que é a hora de colocar a camisinha. Aproveite para aumentar a intimidade do casal e busque ser criativa. O importante é ele perceber que usar o preservativo não precisa limitar em nada o prazer e o ato sexual.

Em casos extremos, seja firme e não abra mão da sua saúde, exigindo o uso da camisinha. Uma relação saudável, seja ela de um dia ou de anos, com certeza deve priorizar a proteção: tanto do homem quanto da mulher!

Como agir quando acontece de forma involuntária

Nem sempre o sexo sem camisinha é de propósito. Pode acontecer de rasgar o preservativo por falta de lubrificação e ninguém perceber. Também ocorrem situações em que a mulher é forçada: quando há estupro. Ou, ainda, seja persuadida e se arrependa depois.

sexo sem camisinha

O melhor é sempre pensar antes, usando a camisinha como prevenção. Mas se acontecer, nada de se desesperar. Existem duas consequências: gravidez indesejada ou contrair uma doença sexualmente transmissível. Mantenha a calma e veja abaixo 3 ações que poderão minimizar qualquer problema.

#1 Verifique se você está fértil

Se você menstrua regularmente, com ciclos previsíveis, é possível verificar se fez sexo sem camisinha em período fértil. O ideal é fazer uso do anticoncepcional sempre, pois isso reduz a chance de engravidar em 99%. No entanto, não serve de nada contra doenças.

#2 Use pílula do dia seguinte

Ainda que não seja a melhor alternativa e esteja longe da eficácia da pílula anticoncepcional, esse é um método emergencial eficaz quando não se tem um sexo seguro.

A pílula do dia seguinte diminui os riscos de gravidez indesejada e pode ser tomada em dose única ou em dois comprimidos. É importante fazer uso desse remédio no prazo de 72h depois de fazer sexo sem camisinha. Quanto antes tomar, melhor.

#3 Busque ajuda médica

Se houve uma situação em que você transou sem camisinha, de forma consensual ou não, é importante se abster de relações sexuais no período posterior e buscar auxílio de um médico ginecologista, além de tomar a pílula do dia seguinte, caso você não faça uso de outro contraceptivo. Assim, você poderá ter uma orientação eficiente para verificar quaisquer problemas, em especial porque algumas doenças não manifestam sintomas no corpo feminino.

Para o caso de infecção por HIV e outras doenças, isso é de extrema importância. Isso porque existem tratamentos preventivos em caso de suspeita, em especial de parceiro que possa ser portador do vírus da AIDS. Nesse caso, é essencial que as dosagens sejam administradas até 72 horas após o sexo sem camisinha, o que somente pode ser feito junto aos profissionais de saúde.

sexo sem camisinha

Vantagens do sexo com camisinha

Existem muitas vantagens no sexo com camisinha além da própria prevenção contra doenças ou gravidez indesejada. Veja algumas:

  • contraceptivo barato, disponível em farmácias e até de graça em postos de saúde por todo o Brasil;
  • é simples de ser utilizado;
  • homens e mulheres podem trazer sempre à mão, na bolsa ou carteira;
  • são raras as reações adversas no uso de camisinha;
  • auxiliar homens que sofrem de ejaculação precoce.

Viu todas as vantagens do sexo com camisinha e como é possível colocar sempre a sua saúde em primeiro lugar? Então, nada de ter vergonha na hora de comprar uma camisinha ou pegar na bolsa quando for ter uma relação com seu parceiro!

Quais são as dúvidas comuns sobre sexo e camisinha

Estou protegida contra todas as DSTs?

Como apenas a área do pênis é envolvida, a camisinha não protege contra verrugas ou feridas existentes na região externa, como virilha e todo o espaço de contato íntimo. Mesmo assim, esse é o método de prevenção mais eficiente e não pode deixar de ser usado.

Preciso continuar tomando pílula?

Em especial a mulher deve usar ao mesmo tempo o preservativo e outro método contraceptivo, para garantir que não haja nenhum imprevisto, como é o caso de rompimento camisinha. Por isso, é importante manter a pílula anticoncepcional, DIU ou quaisquer outras formas de manter-se prevenida contra gravidez indesejada. Vale lembrar que a camisinha, além de evitar um filho fora de hora, vai proteger o casal contra as DSTs.

Posso fazer sexo anal sem camisinha?

A região do ânus compreende a flora bacteriana, que é totalmente distinta das substâncias encontradas na vagina e no pênis. Então, é preciso fazer uso da camisinha quando for praticar o sexo anal. Além disso, a infeção por DSTs se dá da mesma forma.

O que fazer em caso de alergia?

No caso de alergia a quaisquer componentes da camisinha, seja o látex, lubrificante, etc., não se deve usar. Nesses casos, é preciso buscar preservativos hipoalergênicos, que podem ser feitos de silicone, ou até a camisinha feminina, produzida em poliuretano ou borracha, materiais com rara incidência de reações alérgicas.

Como fazer um sexo gostoso — e com camisinha!

Existem vários tipos de camisinha que podem ajudar muito na hora de inovar no sexo, incluindo aquelas que brilham no escuro e outras com diversos formatos. O importante é que haja intimidade entre o casal para falar abertamente sobre o que se pode fazer deliciosamente com camisinha.

Uma dica é não deixar o ritmo cair. Use sua criatividade, fazendo sexo oral para colocar a camisinha, por exemplo. Só cuidado para não esbarrar os dentes e aumentar a chance de a camisinha rasgar. Você pode também investir em movimentos vaginais a serem feitos enquanto seu parceiro tocar sua vulva. Isso vai trazer bastante excitação para o momento e lubrificar bem, contribuindo para aumentar o prazer a dois.

Sexo com camisinha não é um ato de desconfiança: pelo contrário, significa que existe uma preocupação com a qualidade de vida da parceira. Isso com certeza deixa o casal ainda mais unido. Aliando a massagens eróticas, criatividade, bom humor, movimentos do pompoarismo e outras coisas mais, a relação sexual só fica ainda melhor!

movimentos vaginais

Assim como tudo na vida, o importante é se informar. A saúde deve ser prioridade para o casal, e muitas coisas novas podem melhorar o dia a dia sexual, aproximando homem e mulher e aumentando a intimidade. E esse é o caso de escolher o melhor tipo de camisinha para colocar em primeiro lugar tanto o prazer quanto o bem-estar e a segurança.

Agora você entende mais sobre a importância da sua proteção e o que fazer com relação ao sexo sem camisinha. Que tal levar esse conteúdo para mais pessoas e mostrar para suas amigas esse assunto tão essencial? Compartilhe o post em suas redes e ajude outras mulheres!

Super beijo,

Cátia Damasceno

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)