Ginecologista: tudo o que precisa saber sobre este médico

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Ginecologista: tudo o que precisa saber sobre este médico

Conte-me a verdade, quando foi a última vez que você visitou seu ginecologista? Se a resposta for há mais de 1 ano, está na hora de um puxão de orelha! Você deve consultar um médico dessa especialidade ao menos 1 vez ao ano para manter sua saúde em dia, sabia?

Mesmo sendo um assunto tão importante, sei que tem muita mulher por aí que nunca sequer chegou à recepção de um ginecologista. Algumas por medo, outras por vergonha e algumas ainda simplesmente por falta de organização. Esse é o seu caso? Então está na hora de se cuidar! Escrevi este texto para tirar todas as suas dúvidas sobre essa especialidade médica, aproveite!

ginecologista

Neste artigo vou falar sobre tudo que você precisa saber sobre esse médico tão importante para o cuidado da nossa saúde:

  • Quando começar a ir no ginecologista
  • Como escolher seu ginecologista
  • A importância dos exames periódicos
  • Ginecologista homem ou mulher?
  • Ginecologista e obstetra: são a mesma pessoa?

Depois de ler este conteúdo, espero que você não tenha mais nenhuma dúvida ou receio em ir a um ginecologista – e coloque logo sua saúde em dia!

Quando começar a ir no ginecologista

O ginecologista, médico que cuida da saúde da mulher, deve ser consultado já no início da puberdade, mesmo que a menina ainda seja virgem. Isso porque fica mais fácil de identificar desde cedo qualquer possível distúrbio hormonal ou má formação dos órgãos reprodutores, além de preparar a menina para a primeira menstruação.

Se você é mãe de uma adolescente, talvez tenha receio de que a visita ao ginecologista possa estimular o início da vida sexual de sua filha. Isso é bobagem! A ajuda de um profissional pode inclusive garantir que essa fase aconteça com toda segurança necessária.

Na juventude, quando não se tem vida sexual ativa, não é necessário visitar o ginecologista com tanta frequência, uma vez que são menores os riscos de câncer de mama e outras enfermidades. À medida que a vida adulta começa, entretanto, mesmo que seja virgem, a mulher deve visitar o médico anualmente.

Sabe por quê? Além dos cuidados em relação ao câncer de mama, sempre existe risco de infecções vaginais – algumas delas, como a candidíase, podem ser causadas por hábitos simples como ficar de biquíni molhado.

Independente de sua idade ou de sua atividade sexual, você deve frequentar um ginecologista sempre! Converse com seu médico para entender qual o intervalo recomendado entre as consultas.

A importância dos exames periódicos

perguntas ginecologista

O principal motivo pelo qual se recomenda que uma mulher sexualmente ativa vá ao ginecologista uma vez ao ano é a realização dos exames periódicos. Essas são algumas análises que ajudam a manter sua saúde sempre em dia e estão associadas também à sua idade e ao seu amadurecimento como mulher.

Saiba quais são os principais exames que você deve realizar periodicamente e a partir de qual faixa etária:

Após o início da vida sexual

  • Papanicolau
  • Colposcopia
  • Ultrassonografia transvaginal

A partir dos 30 anos

Além dos exames anteriores, devem ser feitos:

  • Ultrassonografia das mamas
  • Ultrassonografia da tireóide
  • Exames para avaliar a função da tireóide (TSH, T4 Livre e T3)

A partir dos 40 anos

Além dos exames anteriores, deve-se começar a realizar também:

  • Mamografia

A partir dos 50 anos

Com a chegada do período da menopausa, deve-se começar a examinar a densidade óssea para prevenção e tratamento da osteoporose.

  • Densitometria óssea
  • Metabolismo do cálcio

Não importa a sua idade, você deve sempre estar com seus exames em dia para acompanhar sua saúde. Assim dá para identificar e prevenir vários problemas, como infecções, doenças sexualmente transmissíveis, osteoporose e câncer de mama ou do colo de útero. Precisa de mais motivo para consultar com um ginecologista?

Ginecologista homem ou mulher?

Agora que você já tem bons motivos para ir todos os anos no ginecologista, vamos falar sobre um tabu que provoca discussões entre as mulheres: melhor ir em médico homem ou mulher?

Muitas de nós têm vergonha em consultar um médico homem simplesmente por se expor tão intimamente a um profissional do sexo oposto. É claro, se realmente você não se sente bem com essa situação, é melhor procurar uma médica.

Saiba, entretanto, que o ginecologista homem é um profissional, que está ali fazendo seu trabalho da forma mais ética possível e totalmente concentrado em examiná-la para avaliar sua saúde. Portanto, se optar por um médico do sexo masculino, fique tranquila e confortável, ele com certeza olhará para você com olhos profissionais!

Outro motivo pelo qual as mulheres preferem se consultar com doutoras é por um maior entendimento sobre o universo feminino. Neste ponto pode até ser que uma médica consiga saber realmente o que é uma cólica, por exemplo. Mas, entre nós mulheres, a percepção sobre esses assuntos não é quase sempre diferente? O que importa, de verdade, é a experiência e o conhecimento do médico.

Médico homem ou mulher? Não importa o sexo do ginecologista, mas sim o atendimento que ele presta a você e o cuidado que tem com a sua saúde!

Ginecologista e obstetra: são a mesma pessoa?

gravidez obstetra

Outra dúvida comum sobre este profissional é sobre as especialidades ginecologia e obstetrícia. Explicando melhor, o ginecologista é o médico que trata de toda a saúde do seu aparelho reprodutor, como se fosse o “clínico geral” da mulher.

Já o obstetra, é o médico que trata todos os temas envolvidos na reprodução feminina, desde a gestação até o parto e o puerpério.

Existem médicos que estudaram e atendem em ambas as especialidades, mas isso não é uma obrigação. Portanto, se está pensando em engravidar e seu ginecologista não é obstetra, você precisa encontrar outro profissional de confiança para acompanhar a sua gestação.

O ideal é que sempre o mesmo médico ginecologista acompanhe sua saúde ao longo dos anos, pois isso permite que ele conheça todo seu histórico e consiga de forma mais efetiva ajudá-la em todos as fases, como escolha do método contraceptivo, gravidez, início da menopausa, etc.

Isso não significa, entretanto, que ao engravidar você não possa contar com o suporte de dois médicos diferentes, um ginecologista e um obstetra.

As futuras mamães devem buscar um profissional de confiança para acompanhar uma fase tão importante quanto a gestação. Se o seu ginecologista não é também obstetra, busque referências e indicações de quem pode assisti-la neste momento tão especial!

Cuide de sua saúde sempre!

Na correria do dia a dia é muito comum que a gente esqueça de cuidar de nós mesmas. E não é só em relação à aparência física: precisamos cuidar do nosso corpo de de todo seu funcionamento para ter energia e saúde para vencer os desafios da vida!

Consulte com frequência seu ginecologista e também faça revisões em todos os outros médicos que podem ajudá-la na prevenção de doenças. Ou você não concorda que é melhor prevenir do que remediar?


Pronta para agendar sua consulta com o ginecologista? Se ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto, deixe aqui nos comentários deste artigo!

E não deixe de compartilhar este conteúdo com suas amigas, é importante que todas as mulheres estejam com a saúde em dia!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

  • Luana

    Olá boa noite, me chamo Luana e quero apenas uma orientação, a 3 anos e um pouco mais minha menstruação não desce mais , devido a injeção trimestral que tomo, só que nao quero mais tomar , posso parar e esperar descer?
    Qnts tempo vai ficar descendo?
    Alguém me ajuda por favor