Você sabe a diferença entre vagina e vulva? Muitas mulheres desconhecem seu próprio corpo, isso faz com que elas se sintam envergonhadas por acharem que são “diferentes”.

Neste artigo você vai:

  • Assistir a um vídeo no qual esclareço dúvidas sobre a anatomia íntima feminina e descobrir algumas curiosidades sobre os tipos de vagina e sobre os tipos de vulva;
  • Conhecer um pouco mais sobre a ninfoplastia/labioplastia (cirurgia íntima);
  • Ver uma exposição que trata dos tipos de vulva.

A vagina, ou melhor, a vulva (sim, a vulva é a parte externa da vagina e é sobre seus diferentes tipos que iremos falar), é motivo de vergonha para muitas mulheres.

Por conta do tabu que envolve o assunto, muitas de nós achamos que o tamanho da nossa vulva está “fora dos padrões”, o que você irá descobrir neste post que é uma grande bobagem.

Tipos de Vagina

Como eu disse anteriormente, a vagina é a parte interna e a vulva é a parte externa. As características físicas que diferenciam a aparência da vulva são três: cor, tamanho dos grandes lábios e tamanho do clitóris.

Geralmente o aspecto que mais incomoda é o tamanho dos pequenos lábios, já que isso impede que a mulher vista um biquíni mais ousado ou até mesmo uma calça mais justa.

Além disso, o excesso de pele nos grandes lábios também pode causar dor física durante a relação sexual.

Ao contrário do que a das mulheres pensam, os homens não se importam tanto com a estética da vagina feminina. Normalmente é a própria mulher que não se sente confortável quanto à própria estética íntima.

Agora vamos a algumas classificações da vulva:

  • Tipo coração: quando os grandes lábios encobrem os pequenos lábios e o clitóris;
  • Tipo borboleta: quando os pequenos lábios ficam aparentes. E aí é como eu digo: as asas da borboleta podem ser de vários tamanhos;
  • Tipo tocha olímpica: quando o clitóris fica mais exposto e é mais comprido.

Nós falamos sobre a aparência da vulva. E a vagina como fica nessa história?

Só quem vai saber a aparência da sua vagina é o seu ginecologista, mas o fato é: independente da estética, é muito importante fortalecer essa musculatura para que a vagina esteja sempre saudável.

ninfoplastia

Ninfoplastia/labioplastia: cirurgia íntima

Na maioria dos casos, uma pequena intervenção cirúrgica pode resolver o “problema” e resgatar a autoestima da mulher que não está se sentindo bem em relação ao aspecto visual da sua vulva.

Antes de tudo, esclareço que ter os pequenos lábios grandes é normal.

O tamanho da vulva normalmente é decorrência da genética, mas alterações hormonais também podem modificar o seu tamanho.

anatomia

O que incomoda algumas mulheres, além da aparência, é o fato de que o tamanho pode atrapalhar a higienização e às vezes pode causar dor durante o sexo pelo excesso de pele.

A cirurgia é simples: consiste em cortar os pequenos lábios e tirar as “sobras”.

O procedimento, é feito com anestesia local, leva em torno de uma hora e a paciente vai para casa no mesmo dia.

As atividades físicas devem ser suspensas por uma semana e as sexuais por um mês.

Eu gravei uma entrevista sobre tratamentos de estética íntima feminina. Vale a pena assistir a entrevista e tirar todas as suas dúvidas a respeito do assunto.

Outra pergunta que recebo muito é se é possível deixar a vagina “mais apertadinha”, pois com o passar dos anos e alguns procedimentos podem deixar que a musculatura interna do canal vaginal fique mais frouxa.

A boa notícia é que tem sim um jeito muito simples de recuperar esta musculatura!

Eu sempre recomendo o pompoarismo, pois eu pratico há algum tempo e isso faz toda a diferença para a minha saúde e na hora do sexo.

O exercício é muito simples, você precisa apenas de alguns minutos diários e pode praticar em qualquer lugar, já que ninguém irá perceber.

A grande muralha da vagina

O artista britânico Jamie McCartney realizou em 2011 uma exposição chamada “The Great Wall of Vagina” (A Grande Muralha da Vagina).

A mostra levou cinco anos para ser concluída e contou com a participação de 400 voluntárias entre 18 e 76 anos, inclusive mulheres em fase de mudança de gênero participaram da experiência.

O artista foi motivado a fazer este trabalho ao tomar consciência da cirurgia íntima, algo que ele afirma que o chocou:

“Fiquei impres­si­o­nado ao per­ce­ber que a soci­e­dade havia cri­ado mais uma maneira de fazer as mulhe­res se sen­ti­rem mal em rela­ção a si mes­mas, suge­rindo a exis­tên­cia de uma ‘vagina per­feita’. Decidi que eu estava numa posi­ção pri­vi­le­gi­ada para fazer algo a res­peito.”

A exposição contou com moldes feitos de gesso com a imagem da vulva de todas estas mulheres e até hoje o trabalho de McCartney continua a ser lembrado em galerias ao redor do mundo.

Pesquisando mais um pouco, encontrei um trabalho de fotografia com vários tipos de vagina e resolvi publicar nesse post, com o intuito de reforçar a mensagem do McCartney.

Tipos de Pênis

Se você gostou de aprender um pouco mais sobre a anatomia da vagina, você também vai gostar de conhecer sobre a anatomia do pênis.

Eu publiquei um vídeo sobre os tipos de pênis aqui no blog.

É importante que você conheça e entenda como funciona a anatomia do órgão, assim você vai poder ensinar seu parceiro a utilizar esse “instrumento” da melhor maneira possível.

Neste divertido vídeo eu falo sobre 10 tipos de pênis, mas quero que vocês me contem sobre os que vocês conhecem.

Texto de Cátia Damasceno

Cátia Damasceno é Fisioterapeuta especializada em uroginecologia, coach, palestrante e idealizadora do Programa Mulheres Bem Resolvidas.