Como descobrir se você tem os sintomas da pré-menopausa

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Como descobrir se você tem os sintomas da pré-menopausa

Você já percebeu como nosso organismo depende de diversos hormônios para funcionar, não é mesmo? Eles são responsáveis por muitas alterações de humor, por mudanças em nosso corpo e também pela montanha-russa emocional, entre outros fatores que afetam muito o dia a dia da mulher, o que inclui nossa vida sexual. Isso acontece desde que somos crianças, na primeira vez em que menstruamos e nos acompanha até ficarmos mais experientes, quando ocorre a pré-menopausa, a menopausa e o climatério.

Hoje falaremos sobre a pré-menopausa, que é o famoso período dos calorões e de quando se percebe nitidamente diversas alterações no corpo feminino, que comprometem a qualidade de vida e do sexo, muitas vezes. Não saia daí e entenda como ter mais saúde e felicidade nessa época tão importante para a mulher!

sintomas da pré menopausa

O que realmente é a menopausa? E como eu sei que meu corpo está chegando nessa época? Muitas mulheres na casa dos 40 anos começam a sentir os “calores” que vêm e vão do nada e ficam com muitas dúvidas sobre o que acontece com o corpo nesse período. Por isso, vamos responder muitas de suas perguntas hoje.

No post de hoje, vamos focar mais nas pré-menopausa, para entender como os hormônios funcionam nesse período e verificar o que isso influencia em nosso dia a dia, relacionamentos e relações sexuais. Você vai ler neste artigo:

  • O que são pré-menopausa, menopausa e climatério?
  • Quais são as fases do ciclo reprodutivo feminino?
  • Como eu sei que estou na pré-menopausa?
  • Quais são os tratamentos dos sintomas da pré-menopausa?
  • Como o pompoarismo e outras terapias melhoram a qualidade de vida na pré-menopausa e climatério?

Não estava preparada para a pré-menopausa, mas já ingressou nesse período? Ainda não chegou nessa fase, mas quer mais informações, seja para si mesma ou para auxiliar alguém que vem sofrendo desconfortos nessa etapa da vida da mulher? Então acompanhe e saiba tudo o que precisa! Vamos lá!

O que são pré-menopausa, menopausa e climatério?

Antes de mais nada, vamos desfazer essa confusão que existe sobre os termos. Falo isso porque, por mais que seja do senso comum falarmos que a mulher está na menopausa, o que ela realmente vive são as fases de pré-menopausa e climatério.

o que é pré-menopausa

O termo menopausa significa exatamente última menstruação, que marca o fim da fertilidade e o início do climatério. Esse é o momento em que a mulher para de produzir óvulos. Ou seja, os ovários param de ter essa função no organismo feminino. Então, o que a mulher passa são três fases, que costumam acontecer na idade de 45-55 anos: pré-menopausa, menopausa e pós-menopausa, ou climatério.

Essa etapa é muito marcante na vida da mulher.  Representa o fim da idade reprodutiva, em que os ovários param de funcionar, o corpo feminino deixa de produzir óvulos e existem mudanças significativas na produção de hormônios. As mulheres sentem diferenças no organismo, muitas vivendo desconfortos, que são comumente chamados de sintomas da menopausa e podem requerer um acompanhamento de perto pelo ginecologista.

Entre as diversas transformações que a mulher passa nesse período, está a diminuição de taxas hormonais. A ausência de algumas substâncias traz como consequência alterações no humor e baixa libido, secura vaginal e outros problemas que se iniciam no tempo da pré-menopausa.

Quais são as fases do ciclo reprodutivo feminino?

Agora vamos entender um pouco mais sobre como se comporta nosso corpo. Afinal, nós mulheres temos todo um ciclo a ser respeitado e, a partir da compreensão de como somos e como nossos organismos funcionam, passamos a ter um maior controle e podemos melhorar nossa qualidade de vida.

fases da pré-menopausa

A vida fértil da mulher passa por diversas etapas, que são as fases do ciclo reprodutivo feminino:

  • Menarca: primeira menstruação.
  • Pré-menopausa: ocorre nos anos anteriores da menopausa e costuma durar de 3 a 7 anos.
  • Menopausa: última menstruação.
  • Pós-menopausa ou climatério: etapa que se inicia depois do último ciclo menstrual.
  • Perimenopausa: é todo o tempo que compreende desde a pré-menopausa e o primeiro ano depois da menopausa.

Se você está entrando na pré-menopausa, nada de ficar desesperada. Há diversas mudanças, sim, e é preciso saber lidar com elas. A melhor solução é buscar todas as informações e tentar compreender ao máximo seu corpo: quais sinais ele está dando para você? O que você pode fazer para melhorar os chamados sintomas desse período?

Como eu sei que estou na pré-menopausa?

Sabe-se que o fator idade pode até ser um parâmetro, mas existem muitas variações. Há mulheres que iniciam ainda na casa dos 30 a pré-menopausa, enquanto outras chegam lá aos 60. Mas, em geral, a última menstruação ocorre por volta das 45-55 anos.

Veja alguns fatores que podem influenciar a idade em que ocorre a menopausa:

  • herança genética;
  • tabagismo — fumantes costumam adiantar essa fase em 2 anos;
  • reprodução — mulheres que não engravidam podem entrar na pré-menopausa mais cedo;
  • doenças crônicas — por exemplo, tratamentos para câncer podem trazer uma menopausa precoce.

Fora isso, há alguns indícios de que a mulher precisa tomar consciência nessa fase, que são:

#1 Ai, que calor!

Os calorões são os mais comentados indícios de que a mulher terá a menopausa. São ondas de calor que acometem mais de 80% das mulheres nesse período e costumam ser acompanhados também de suores noturnos. Tudo isso acontece por conta da queda dos níveis de estrogênio, que alteram a sensação de temperatura no corpo feminino. Esse sintoma começa na pré-menopausa e pode se estender até 2 anos depois que ocorre a menopausa.

#2 Não consigo dormir!

Por conta do desconforto, é muito comum as mulheres na pré-menopausa começarem a apresentar distúrbios do sono e insônia. Mesmo que ela não tenha os calores súbitos, é possível que não consiga dormir algumas vezes. Isso pode ser agravado se a mulher tiver algum quadro depressivo ou ansioso.

#3 Quando vou ficar menstruada?

Quando a mulher ingressa o período da pré-menopausa, os ciclos menstruais podem variar, vindo em espaços mais curtos ou extensos. Além disso, a quantidade e intensidade do fluxo também começa a diminuir. Tudo vai ficando irregular até que a menstruação não ocorre mais.

mulher mais velha

#4 Estou em fúria! Mas estou triste e também feliz

Como os níveis de estrogênio ficam em uma montanha-russa, o emocional vai pelo mesmo caminho. A variação brusca de humor é comum na pré-menopausa, trazendo raiva, tristeza, euforia e um turbilhão de sentimentos que devem ser muito bem compreendidos tanto pela mulher que passa por isso quanto pelo seu companheiro, familiares e amigos.

#5 Por que ela não lubrifica mais?

Outro indício muito comum na pré-menopausa é a secura vaginal. Isso ocorre porque os tecidos da vagina dependem do estrogênio para se manterem intactos. Com a diminuição desse hormônio no corpo, é possível que se desenvolva atrofia da vagina (vaginite atrófica). Os sintomas que indicam esse quadro são coceira, secura e dispareunia (dor durante o ato sexual), o que pode ser minimizados com alguns exercícios vaginais.

#6 Sai pra lá, que hoje estou com “dor de cabeça”

Com tantas alterações nos hormônios femininos, não há libido que resista! A mulher apresenta perda do apetite sexual na pré-menopausa, que pode ser por conta da própria ausência de estrogênio ou do desconforto durante o sexo devido à secura vaginal. Junte a isso a ansiedade e mudanças de humores características do período, e pronto! A mulher não sente prazer e, com isso, tem baixa libido na menopausa.

#7 Estou de mal com o espelho

Como existem diversas alterações no corpo, incluindo a possibilidade de ganhar peso, aumento dos pelos no rosto e queda de cabelo, e no humor, o que pode prejudicar seus relacionamentos, a mulher tende a ficar com baixa autoestima na pré-menopausa. Por isso, o autocuidado diário passa a ser um grande aliado para que ela possa fazer as pazes com o espelho e com sua autoimagem.

É muito importante buscar o atendimento profissional quando perceber qualquer alteração em seu corpo que indique a pré-menopausa, a fim de buscar as melhores formas de melhorar sua qualidade de vida nesse período tão importante.

Ainda há o caso em que os ovários são removidos em cirurgia — a histerectomia. Até já falamos sobre esse assunto aqui no blog. Não haverá pré-menopausa, obviamente, pois a última menstruação ocorre antes de a mulher ser operada.

Veja outros fatores físicos, emocionais e psicológicos que costumam aparecer no tempo da pré-menopausa:

  • infecção urinária;
  • alterações na memória e dificuldades de concentração;
  • depressão e ansiedade;
  • problemas e dores nas articulações;
  • pele seca;
  • queda de cabelo;
  • fraqueza nas unhas;
  • cansaço;
  • aumento de peso;
  • dores nos seios;
  • enxaqueca;
  • aceleração do batimento cardíaco;
  • pelos no rosto;
  • inchaço abdominal e constipação;
  • maior tendência a desenvolver a osteoporose.
menopausa ecercicio

São inúmeros os sintomas da pré-menopausa. O mais importante nesse período é buscar o autoconhecimento e saber exatamente como funciona o seu corpo. Além disso, converse com o companheiro e com a família, faça exercícios físicos, tenha uma ótima alimentação e busque hábitos saudáveis. Ame-se, sempre!

Quais são os tratamentos dos sintomas da pré-menopausa?

Por mais que falemos em tratamentos, não seria o termo mais adequado, já que a menopausa não é uma doença. Mas, em todo o caso, esse processo natural do corpo feminino causa desconfortos que podem ser amenizados com orientação médica. Vejamos alguns deles:

#1 Reposição hormonal

Nesse tipo de tratamento para os sintomas da pré-menopausa a mulher faz a reposição do hormônio estrogênio. É importante que antes de iniciar esse tipo de terapia sejam feitos exames para verificar os níveis hormonais e uma análise clínica. Com isso, evitam-se vários sintomas, principalmente os calorões, alterações de humor, dores nas articulações, entre outros.

#2 Antidepressivos

Alguns remédios antidepressivos podem atuar junto ao cérebro, estimulando a produção de serotonina, o que auxilia no controle dos calores da menopausa e melhora a qualidade de vida da mulher quanto a aspectos de ansiedade e depressão.

#3 Cuidados relacionados à osteoporose

Como a mulher pode desenvolver osteoporose na pré-menopausa e climatério, é importante haver um maior cuidado. Entre os tratamentos indicados nesse sentido, estão a reposição de cálcio, inclusão de vitamina D e bifosfonatos (alendronato ou risedronato).

exercicio pre-menopausa

#4 Nutrição e exercícios físicos

Uma dieta equilibrada, com alimentos que possam auxiliar o organismo na reposição dos hormônios, eleva as chances de a mulher sentir menos os impactos dos sintomas da menopausa. Ao lado disso, estão as atividades físicas durante este período, que podem melhorar exponencialmente a qualidade de vida nesse período.

Como o pompoarismo melhora a qualidade de vida na pré-menopausa?

O pompoarismo na pré-menopausa pode ser uma grande arma contra diversos sintomas físicos, tais como secura vaginal, infecção urinária, constipação. Além disso, essa prática favorece a autoestima da mulher e eleva sua libido, o que contribuirá muito para diminuir a ansiedade e melhorar os seus relacionamentos.

Nesse processo, todas as mulheres podem ganhar em autoconhecimento e autoconsciência do próprio corpo, entendendo como ele funciona. Em especial por conta dos baixos níveis de estrogênio, que prejudicam o tecido vaginal, o pompoarismo age reforçando toda o assoalho pélvico e também favorecendo a irrigação da vagina, o que contribuirá para uma melhor lubrificação, evitando dores durante o ato sexual e facilitando para alcançar o orgasmo.

casal mais velho

Os movimentos do pompoarismo também auxiliam no funcionamento do intestino e do trato urinário, trazendo grandes benefícios para combater os inchaços no abdômen. Com a ação intestinal em dia, também fica mais fácil tratar o ganho de peso e outros problemas relacionados.

As mulheres que praticam os movimentos do pompoarismo na pré-menopausa conseguem ter um melhor conhecimento do seu corpo, fazem exercícios de respiração, controlam melhor os movimentos vaginais, reforçam a musculatura e irrigação da vagina, estimulam a lubrificação, evitam dores no ato sexual, atiçam sua libido e muitos outros benefícios. Tudo isso melhora o humor e trabalha a favor de sua autoestima. E, acima de tudo, conseguem re-la-xar!

Estar na pré-menopausa, definitivamente, pode ser um período de respeito ao próprio corpo, em que a mulher se encontra madura o suficiente para buscar o autoconhecimento. O pompoarismo está entre os melhores recursos para ter uma excelente qualidade de vida, deixando de lado todo o desconforto e ganhando relações sexuais incríveis para ter uma maravilhosa autoestima.

Você está no período da pré-menopausa? O que vem sentindo nessa fase? Como está lidando com essa etapa da vida de toda mulher? Conte-nos sua história ou envie suas dúvidas pelos comentários!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 avaliações, média: 5,00 de 5)