Movimento Body Positive - O que você precisa saber sobre - Mulheres Bem Resolvidas

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Movimento Body Positive – O que você precisa saber sobre

Não é novidade que quando os meios de comunicação falam sobre modelos, atrizes e celebridades, eles geralmente destacam seus rostos e corpos perfeitos. O problema é que toda essa ênfase em um padrão de beleza irreal faz a autoestima de muitas mulheres ir por água abaixo.

Conscientes desse problema, algumas instituições estão fortalecendo um movimento chamado Body Positive. Você já ouviu a respeito?

Se você também se sente afetada por essa pressão por adequação a um padrão ou simplesmente quer entender melhor esse movimento, que procura incentivar a autoaceitação por parte das mulheres, continue a leitura! Você também vai se apaixonar por esse conceito! Confira!

Nesse artigo você vai ler sobre:

  • O que é o Body Positive?
  • Qual a importância do movimento Body Positive?
  • Padrões de beleza
  • Qual é a filosofia do movimento Body Positive?
  • Bônus: conheça a realidade.

O que é o Body Positive?

Trata-se de uma iniciativa que surgiu com o objetivo de fazer as mulheres pararem de se comparar a um padrão de beleza único e inatingível. O objetivo do movimento é proporcionar o olhar positivo para o próprio corpo e aparência. A ideia é entender que, independentemente de seu tamanho, peso, cor ou forma, devemos valorizar quem somos.

Portanto, o movimento Body Positive incentiva as mulheres a olharem para si mesmas de uma forma diferenciada. Ele mostra às mulheres que aquilo que se enxerga como “defeito”, na verdade não passa de uma característica que outra pessoa pode achar muito interessante.

Ademais, não se trata apenas de “o outro gostar ou não”. O movimento Body Positive ensina que devemos ser gratas a nós mesmas e aos nossos corpos. Afinal, são eles que abrigam a nossa vida. Por isso, independentemente do que as pessoas acham ou pensam, as suas características podem ser justamente as que fazem você se sentir linda!

Assim, o que o movimento Body Positive faz é nos convidar a deixarmos de buscar o corpo perfeito – até porque isso não existe – e a olharmos para nós mesmas de forma positiva.

Qual é a importância do movimento Body Positive?

Especialmente nos dias atuais, em que somos expostas constantemente à mídia, as mulheres são massacradas pelas exigências em torno de padrões de beleza. As pessoas que têm destaque nos veículos de comunicação acabam ditando o que a sociedade espera de nós.

Elas não são o problema em si, já que também precisam se adequar a esses padrões. O verdadeiro “X” da questão é uma sociedade que insiste em dizer qual deve ser a aparência das mulheres. O que é bonito ou feio, quanto devem pesar, o que é feminino ou não, o que é sexy ou não, por exemplo.

Dessa maneira, somos induzidas a pensar que nossos rostos, corpos, cabelos e peles são feios ou, pelo menos, que não são suficientemente bonitos. Sobretudo por meio da imposição de um padrão irreal de beleza e feminilidade.

Padrões de beleza

O padrão é feito, certamente, para causar insatisfação. É por isso que no Brasil, por exemplo, um país miscigenado e cheio de mulheres curvilíneas, o corpo ideal é magro e sequinho. Já no Paquistão, cuja população tem origem árabe, a mulher perfeita é aquela que se parece com uma Branca de Neve, ou seja, com a pele e olhos claros contrastando com os cabelos escuros.

Conforme as diferentes sociedades conseguem impor padrões de beleza opostos com as características étnicas de sua população feminina, a indústria lucra. O que não falta são empresas oferecendo soluções para ajudar as mulheres a atingirem esse ideal.

Porém, a dificuldade para chegar a um padrão é um preço muito alto. Ela gera redução da autoestima, insegurança e até mesmo o aumento dos casos de doenças psiquiátricas. Transtornos dismórficos – a pessoa se vê de uma forma muito pior que sua aparência real – e alimentares entram nessa lista.

Dessa forma, todas nós estamos sujeitas a essa pressão. Além da comparação que nós mesmas fazemos quando vemos as mulheres que representam esses padrões nos sites e revistas, enfrentamos os comentários maldosos quando ganhamos uns quilinhos a mais, por exemplo.

E então? Como mudar essa situação?

Qual é a filosofia do movimento Body Positive?

Mas, e aí? Se você passou a vida inteira ouvindo que seu corpo não é tão bonito quanto o dessa ou daquela pessoa, como mudar essa imagem? A filosofia Body Positive segue alguns princípios que podem ajudá-la a recomeçar. Isso não acontece do dia para a noite, mas é possível dar um passo de cada vez. Conheça os pilares do movimento!

1. Esqueça definitivamente as comparações

As pessoas são diferentes, isso é um fato. Então, naturalmente umas serão altas, enquanto outras mais baixas. Inegavelmente alguns corpos são cheios de curvas e outros são mais retilíneos. Todas as combinações de formas e tamanhos são infinitas e geram a diversidade que vemos no dia a dia.

Aliais, a grande crueldade da comparação está no fato de que ela faz um juízo de valor a partir das características. Assim, as pessoas não olham e simplesmente enxergam que, por exemplo, Maria é magra e Joana é gorda. O problema acontece porque elas determinam que uma dessas características é boa e a outra é ruim.

Portanto, classificar as pessoas com base em diferenças normais não é uma atitude saudável. Isso mostra que existe uma distorção muito séria de pensamentos. Esse conceito é equivocado e está roubando oportunidades, prejudicando o amor próprio de várias mulheres e destruindo a saúde mental de muita gente.

2. Valorize suas qualidades

É possível que você tenha características que gosta e outras que não gosta. Em primeiro lugar, é importante refletir se a sua lista de insatisfações é gerada pela sua própria opinião ou está condicionada justamente a comparação com os padrões impostos. Nesse último caso, é necessário trabalhar muito a mente para libertar desses conceitos.

Além do mais, é importante focar sua atenção nas características que gosta. Por que insistimos tanto em destacar o que nos causa vergonha, em vez de valorizar o que faz com que nos sintamos especiais? A beleza está em seus olhos, seu sorriso e muitos outros atributos que merecem receber os holofotes!

3. Exija menos de si mesma e dos outros

Além de aceitar seu próprio corpo, não seja exigente ou mesmo inconveniente em relação às outras mulheres. Se elas possuem características que você não gosta, não é necessário expressar isso. Elimine o hábito de criticá-las por seguirem ou não um padrão.

Se há algo que você pode dizer para apoiar ou promover a aceitação, fale. Porém, manifestações em outro sentido não contribuirão em nada para que essas mulheres se vejam de forma positiva e sejam mais felizes.

4. Afaste-se de pessoas tóxicas

Mesmo que você esteja tentando mudar a sua mente, há outras pessoas que ainda não chegaram nesse estágio de autoaceitação ou de aceitação das diferenças. As opiniões delas podem impedir que se sinta segura ou ter um impacto negativo sobre sua autoestima ou sobre a forma como vê as outras mulheres.

Então, se o seu radar detectou uma dessas amizades tóxicas, não tenha receio de se afastar. Se a sua “amiga” ou “amigo” só sabe criticar seu corpo, suas roupas, suas atitudes e suas escolhas, é melhor deixar essa convivência no passado. É muito melhor manter por perto pessoas que a amam como você é, compreendem a filosofia Body Positive e a apoiam independentemente de quem você deseja ser.

5. Cerque-se de influências positivas

Será muito difícil mudar sua cabeça e enxergar seu corpo de forma positiva, se você se cerca de influências que reforçam esses padrões. Isso vale para amizades, como já falamos no tópico anterior, assim como para os perfis que segue nas redes sociais, por exemplo.

Então, dê uma olhadinha no seu Instagram, por exemplo. Quem você admira? Quais são os perfis que você segue? São indivíduos alinhados a esse padrão inatingível ou são pessoas comuns, como nós, que apresentam toda essa diversidade e não postam apenas fotos perfeitinhas, editadas e cheias de filtro?

Tente seguir pessoas reais, especialmente se elas também já entenderam e praticam a filosofia do movimento Body Positive. Sabe o que você vai ver lá nesses perfis? Dobrinhas na barriga, a celulite (que não é linda, mas é normal), peles com tonalidades e manchas e sardas diferentes, olheiras… Sim, exatamente como as que nós temos!

Bônus: conheça a realidade

Finalmente, aqui vai uma dica que não faz parte da filosofia do movimento Body Positive, mas que vale a pena destacar: conheça a realidade. Aquela modelo brasileira hiper famosa no mundo inteiro pode ser linda – e nós temos muito orgulho da profissional que ela é. Porém, surpreendentemente, nem ela é como aparece ali na capa da revista.

Para ficar daquele jeito, ela passou horas fazendo cabelo e maquiagem. Como se isso não bastasse, a foto dela foi tratada com Photoshop! 

Sabe o que isso significa? Que se nem ela, que tem todos os recursos do mundo para cuidar da própria aparência, é perfeita, por que exigir isso de si mesma? Não se compare com uma imagem que não é real.

Gostou do artigo? Que tal começar a mudar sua mente e a partir de hoje começar a enxergar a si mesma de uma forma diferente? Você ainda pode fazer o bem a muitas mulheres compartilhando essa publicação nas redes sociais e ajudando-as a conhecerem esses princípios. Contamos com a sua participação!

Super Beijo!

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Os 3 segredos dos relacionamentos duradouros e felizes. Baixe Agora!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 avaliações, média: 5,00 de 5)