Como evitar aquele barulho chato de pum na relação (flato vaginal)?

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Como evitar aquele barulho chato de pum na relação (flato vaginal)?

Imagine a situação: você está fazendo um sexo maravilhoso com o seu parceiro, quando de repente, na hora H, um ruído inoportuno, parecido com gases, sai da sua vagina. É o tão temido flato ou pum vaginal. Apesar de ser uma situação muito normal, muitas mulheres se sentem incômodas e envergonhadas temendo que os seus parceiros pensem que elas estão soltando gases, e isso pode estragar um momento de sedução. Mas fique calma! Felizmente existem algumas técnicas que podem ajudar a evitar essa situação. Por isso hoje eu vou ensinar como evitar o indesejado flato vaginal.

flato vaginal

O que é 0 flato vaginal?

Os gases ou flatos vaginais são produzidos pela entrada de ar no interior da vagina, que é expelido durante o contato sexual, exercício físico, masturbação ou alguns alongamentos simples. Quando o ar escapa, pode soar como se estivesse escapando um gás.

Isto não indica que você tem uma doença, o que ocorre é que os músculos dessa área se contraíram e durante ou após a relação sexual relaxaram, produzindo um ruído peculiar, similar à flatulência.

Flatos vaginais têm cheiro?

Diferentemente dos flatos anais, os flatos vaginais não possuem cheiro e caso apresentem, pode ser um indicativo de que a mulher está com alguma infecção. O barulho produzido pelos gases são semelhantes aos produzidos pelo ânus (flatulência), e ao contrário do ânus, a vagina não tem um esfíncter para contrair e impedir a tão temida flatulência, ou seja, infelizmente não há como controlar a saída desses gases. Quando se realiza um esforço físico grande, a exemplo da ginástica, a saída de flatos pela vagina também pode acontecer.

Pode ocorrer com quem?

A flatulência vaginal acontece com mais frequência para as mulheres que tiveram muitos partos, ou aquelas que perderam massa muscular devido a uma doença ou com o passar do tempo. A fraqueza muscular pode produzir uma constante contração e expansão das paredes vaginais, o que pode causar os  gases. No entanto, nenhuma mulher está livre de um dia ser surpreendida na hora da relação sexual.

flatos vaginais

Dicas de como evitar o flato vaginal

Há algumas dicas que você pode seguir para para reduzir os flatos vaginais. Porém, é sempre bom lembrar que isso acontece com muitas mulheres, se não todas, em algum momento da vida, por isso não se sinta mal caso ocorra com você. É completamente normal, independente da idade e da saúde! Veja alguns  fatores que ajudam a evitar essa situação:

1. Mudança de posição

Certamente você sabe em quais posições sexuais você passou por esse momento embaraçoso, então, tente evitá-las. Não precisa ser para sempre, até porque, não quer dizer que você terá flatos vaginais toda vez que estiver em alguma dessas posições, mas evite até se sentir segura! Mais uma dica: as posições que permitam a penetração por trás como o “cachorrinho” fazem entrar mais ar para dentro da vagina.

2. Reforce a sua área pélvica

Fazer exercícios de pompoarismo não é apenas essencial para  que as paredes e os músculos vaginais se fortaleçam, mas também ajudam a prevenir gases. Com o pompoarismo você consegue controlar as contrações do seu canal vaginal, isso faz com que você tenha mais habilidade na hora de segurar os gases vaginais.

exercícios para flatos vaginais

3. Peça para seu parceiro ir devagar

Os gases vaginais aparecem quando o homem entra e sai de seu corpo muito rapidamente, pois é como se você estivesse bombeando o ar constantemente.

Para evitar que o ruído aconteça, peça ao seu parceiro para não fazer movimentos rápidos ou bruscos.

4. Use lubrificante

Uma das causas deste barulho irritante também pode ser porque sua vagina não está suficientemente lubrificada. Eu recomendo o uso de um lubrificante à base de água para aliviar um pouco a situação.

5. Diga ao seu parceiro para usar os dedos

Durante o sexo é quando há maior concentração de ar em sua vagina, então para que o ar não escape na forma de gás, você pode pedir a ajuda de seu parceiro.

Diga a ele para introduzir um dos seus dedos durante a penetração, além de dar prazer,  isso vai impedir que o ar preso não escape.

Converse com seu parceiro

Pronto, você já sabe como evitar esse momento constrangedor! Lembre-se, estas dicas podem ajudar a prevenir gases vaginais, mas isso não quer dizer que caso você os siga, o problema será eliminado totalmente da sua vida sexual. Por isso, não fique obcecada pelo assunto.

Como é algo completamente natural, é necessário que você comente com seu parceiro porque este evento ocorreu repetidamente durante a relação, isso vai fazer você se sentir mais confortável e melhorar a sua autoestima. Com isso, você poderá desfrutar plenamente o ato sexual.

E você? Sabe de algum outro truque para evitar o flato vaginal? Conte para a gente nos comentários. Vou ter prazer em responder.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 avaliações, média: 3,40 de 5)