Descubra os melhores tipos de absorvente para você

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Descubra os melhores tipos de absorvente para você

A menstruação é um dos períodos mais chatos do mês para as mulheres. São cólicas, TPM, inchaço, mau humor… E tudo piora quando você percebe que o seu absorvente te deixou na mão, deixou o fluxo vazar ou te deu uma bela alergia. Você provavelmente até pensou em trocar a marca ou o tipo de absorvente, mas são tantas opções no mercado que fica difícil saber qual é o mais indicado para a sua situação. Para te ajudar nessa escolha, vamos falar hoje sobre os tipos de absorvente e os prós e contras de cada um. Depois desse texto, tenho certeza de que você vai conseguir tomar uma decisão. Vamos lá?

No texto de hoje vamos falar sobre:

  • Absorvente externo
  • Protetores diários
  • Absorvente interno
  • Coletor ou Copo Menstrual
  • Esponja Absorvente
  • Calcinha Absorvente
  • Absorvente reutilizável de Pano
  • Tipos de absorvente – Qual o melhor para mim?

Absorvente externo

Entre os tipos de absorvente conhecidos, esse é o mais usado pelas brasileiras. Geralmente é a escolha das mulheres que não gostam da sensação de ter um elemento estranho dentro do corpo. O absorvente externo pode ser encontrado em diversos modelos e possui características distintas em relação ao formato, cobertura e tamanho. Veja alguns deles:

Formato dos tipos de absorvente

Podem ser regulares, que são os modelos básicos e anatômicos ao corpo  e são indicados para fluxos moderados;

Adaptáveis – São mais estreitos na parte detrás e permite a mulher usar calcinhas menores. Indicados para luxos leves;

Noturnos – São mais longos e largos para evitar vazamentos do fluxo durante a noite. Mulheres com fluxo intenso costumam usar esse modelo durante o dia.

Cobertura

Existem dois tipos de cobertura: seca e suave. Os absorventes de cobertura seca são ótimos para quem detesta aquela sensação de umidade contra a pele, característica marcante da menstruação. O problema é que a sua cobertura de polietileno, de textura plástica, acaba irritando a pele de algumas mulheres.  Já os de cobertura suave são mais macios, geralmente com cobertura de algodão, mas não eliminam a sensação de umidade.

Abas

Os absorventes sem abas geralmente são indicados para o início da menstruação, quando o fluxo é mais leve ou para mulheres que possuem um fluxo fraco. A desvantagem é que ele não fica 100% adaptado na calcinha. Já os modelos com abas são indicados para os dias de maior fluxo e têm a vantagem de ficar ajustado na calcinha e ficar firme quando nos movimentamos. A desvantagem é que as abas podem causar irritação na virilha.

Em dias de fluxo mais leve, o ideal é trocar o absorvente a cada quatro horas. Já nos dias mais intensos, é recomendável trocar de 2 a 3 horas. Apesar de o tempo para trocar o absorvente depender do fluxo e da necessidade pessoal de cada mulher, não é aconselhável ficar por muitas horas sem trocá-lo, porque isto pode causar um odor desagradável, alergias e proporcionar a proliferação de bactérias, aumentando orisco de uma infecção.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Protetor diário

O protetor diário geralmente é usado pelas mulheres no fim da menstruação, quando não há quase nenhum fluxo, mas que ainda assim pode sujar a calcinha. Apesar do nome, esse produto não deve ser usado pelas mulheres todos os dias. Usar o protetor todo dia pode prejudicar a saúde íntima porque mantém a região íntima abafada, deixando-a mais quente e úmida e, consequentemente, transformando-a num meio de cultura de bactérias. Isso favorece o aparecimento de infecções genitais e corrimentos.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Absorvente interno

Preferido de muitas mulheres e cercado de tabus para outras, o absorvente interno é ser mais discreto que o convencional e deixa a mulher mais à vontade. É um grande aliado em situações em que o absorvente comum poderia ser um incômodo, como na praia ou na piscina e oferece maior liberdade de movimento, conforto e discrição. É feito de algodão e pode ser encontrado em três tamanhos: mini (pouco fluxo), médio (fluxo normal) e super (fluxo intenso).

Ele é seguro e confortável , de modo que as mulheres nem sentem que estão usando. Outra vantagem é que o absorvente não deixa o sangue entrar em contato com o ar, por isso você não fica com o odor característico da menstruação.

Algumas mulheres têm dificuldade de colocá-lo nas primeiras vezes, mas a dica é ficar bem relaxada e tranquila. Não tenha medo e empurre bem no fundo, na profundidade do seu dedo. Se estiver receosa, utilize um absorvente com aplicador e siga as instruções que vêm na embalagem do produto.

Um dos grandes mitos sobre o uso do absorvente interno é sobre um possível rompimento do hímen. Porém, ginecologistas garantem que ninguém perde a virgindade usando um absorvente interno. O hímen é uma membrana  elástica que resiste bem à colocação de absorventes internos. Mesmo assim, para se sentir mais segura, consulte o seu ginecologista antes de usar o produto.

O ideal é trocá-lo em um período máximo de quatro horas; no entanto, se o seu fluxo for intenso, é preciso trocar antes, pois se o absorvente interno permanecer na vagina mais tempo que o permitido, pode causar infecções.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Coletor ou Copo Menstrual

Esse produto tem ganhado cada dia mais espaço no mercado e tem apoio entusiasmado de vários movimentos femininos. É feito de silicone cirúrgico e tem a  forma de copo ou taça que se adapta à forma da vagina. O coletor menstrual é usado como depósito para o fluxo menstrual, sem absorvê-lo. Pode ser reutilizado diversas vezes, sendo necessário apenas lavá-lo com água e sabão neutro.

Tem um preço um pouco salgado (em média R$80), porém como são reutilizáveis e duram até 10 anos com a manutenção correta, vale a pena. Como é usado internamente, dentro do canal vaginal, ajuda a não proliferação de bactérias na região íntima, causada pela umidade do sangue e absorvente comuns. O coletor diminui a incidência de reações alérgicas e infecções.

Outra grande vantagem do coletor é a capacidade de armazenar um volume maior de fluxo menstrual.Mulheres que apresentam um sangramento mais intenso podem usá-lo por um período mais longo. Da mesma forma que acontece com o absorvente interno, as mulheres podem praticar atividades físicas usando o coletor, inclusive a natação. Dormir com o copinho também é liberado, mas é importante não ultrapassar as 12 horas máximas de uso.

Entre as desvantagens, está a dificuldade para colocada e retirada do produto para algumas mulheres que não conseguem relaxar os músculos vaginais. Algumas mulheres relatam um aumento da dor abdominal, que pode ser causada por um posicionamento inadequado do coletor. Outro fator de dificuldade que geralmente se relaciona ao posicionamento incorreto, o que causa vazamento do fluxo.

Como existe um risco de rompimento do hímen, já que o copinho entra fechado e sai aberto, é recomendável que as mulheres que ainda não tiveram relações sexuais procurem um ginecologista antes de utilizar o coletor.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Esponjas absorventes

Pouco comum no Brasil, as esponjas absorventes são feitas com  um material maleável (um tipo de esponja) e são introduzidas na vagina o mais profundo possível, para que possa ter uma melhor ação. Como não possui fio-guia, para sua retirada é necessário introduzir um dedo e puxá-lo,  mas o próprio produto possui um orifício de encaixe para facilitar sua retirada. Segundo os fabricantes, as esponjas são livres de produtos químicos, o que significa que não causam irritações nas mulheres. Possuem três tamanhos diferentes, de acordo com o fluxo menstrual da mulher; pesam apenas dois gramas e a sua capacidade de absorção é superior a dos absorventes tradicionais.

Uma vantagem é que as esponjas dão liberdade para a mulher praticar esportes e fazer atividades físicas sem nenhum incômodo. A grande desvantagem desse produto é que é necessário um conhecimento do próprio corpo para introduzir a espuma e muitas mulheres poderão se sentir incômodas e sentir dificuldades para utilizá-lo.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Calcinhas absorventes

Mirando nas brasileiras que não gostam de absorventes internos e se sentem incomodadas com o absorvente externo, chegou ao Brasil a calcinha absorvente, que dispensa o uso de absorventes. Com vários tamanhos e modelos, ela possui tecidos de secagem rápida, à prova d’água, respirável e anti-bacteriana. É recomendável para quem tem fluxo leve ou moderado. Agora, se o seu fluxo for muito intenso,  a calcinha só deverá ser usada como “backup” de segurança, seja ao longo do dia ou para dormir. Ou seja, você precisará usar um absorvente tradicional por segurança.

A calcinha é  desenvolvida para durar o dia todo nos dias mais leves, e entre 5-8 horas nos dias mais intensos (dependendo do seu fluxo). É interessante fazer testes para descobrir como a calcinha vai funcionar no seu corpo. Depois de usar, é só lavar com água e sabão neutro que ela estará pronta para um novo uso. As calcinhas têm preços que variam de R$ 75 a R$ 95 e duram até dois anos.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Absorventes reutilizáveis de pano

Indo em uma onda ainda mais natural, temos também os absorventes de pano, vendidos por algumas empresas no Brasil, como a Korui. Geralmente são compostos por três partes: uma camada externa impermeável que vai em contato com a calcinha, algumas camadas absorventes como recheio e uma camada interna que vai em contato com a pele. Os absorventes de pano possuem duas opções de camada interna, uma com toque seco, deixando a pele suavemente seca e outra com toque natural, indicado para quem tem a pele muito sensível. Os absorventes reutilizáveis costumam ter também abas com botões. Seu tamanho varia de acordo com a intensidade do fluxo.

O uso é muito similar aos absorventes descartáveis, é preciso apenas envolver a calcinha com as abas e abotoar. É recomendado o uso de calcinhas mais justas para manter o absorvente no lugar de forma mais fácil. E como estes absorventes não têm adesivos, a posição pode ser facilmente ajustada puxando para frente ou para trás, sem precisar colar e descolar. Depois de utilizar, é só lavar. Os absorventes duram em  média 5 anos e custam a partir de 20 reais.

tipos-de-absorvente-catia-damasceno

Tipos de absorvente – Qual o melhor para mim?

Cada mulher tem necessidades e gostos diferentes, por isso não é possível afirmar qual é a melhor ou pior opção. Analise as vantagens e desvantagens dos diversos tipos de absorvente e escolha o que você achar melhor. O ideal é que você faça vários  testes para chegar a uma conclusão e ver qual se adapta melhor no seu dia a dia. Ninguém melhor do que você para saber o que o seu corpo precisa.

Gostou do nosso artigo sobre os tipos de absorvente? Viu como vários tipos de absorvente podem se adaptar a você? Então você vai adorar as lives que acontecem todas às terças e quartas-feira no meu Facebook e Instagram. Nelas eu abordo assuntos que são de interesse de todas nós mulheres. Participe e tire as suas dúvidas. Te espero lá!

Super beijo!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas: