Sexo na gravidez: tem problema fazer? Descubra as melhores posições!

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Sexo na gravidez: tem problema fazer? Descubra as melhores posições!

Estar grávida é algo maravilhoso, não é mesmo? Mas além de todas as dúvidas que surgem quanto à saúde do bebê, sua educação e questões financeiras, também aparece um outro questionamento muito comum: eu posso fazer sexo durante a gravidez? E por isso eu vim te trazer uma ótima notícia:

Transar ao longo da gravidez não é só liberado, mas recomendado por especialistas. Se mesmo assim o casal segue receoso, outros estímulos podem ser considerados, como masturbação, sexo oral e outras brincadeiras. O importante é permitir que o desejo aflore!

Especialmente se o processo de engravidar foi complicado e ou se houve tratamentos envolvidos, muitos futuros papais e mamães se privam de manter uma vida sexual ao longo do período de gestação por medo que isso possa afetar o desenvolvimento do feto ou até induzir um aborto.

Outro grande problema é que um tabu muito ligado à imagem da mulher fica em evidência na gravidez. A necessidade de ser “cuidada” fica mais forte aos olhos masculinos e faz com que o desejo seja jogado de lado.

Mas eu vou te mostrar que não deveria ser bem assim!

Quais são as melhores posições de sexo durante a gravidez?

Eu recebo esse questionamento constantemente das minhas alunas e leitoras. E o que eu posso afirmar sem sombra de dúvidas é que a melhor posição é a que você se sente mais confortável. O mais importante é procurar uma posição em que a barriga não faça muito peso.

A que eu mais recomendo é a de lado, porque com ela você pode apoiar a barriga (inclusive com a ajuda de um travesseiro), em cima do seu parceiro (sentada, de costas ou na posição de gladiadora) e até a posição de cachorrinho.

sexo

O mais legal é que a gravidez é marcada pelo aumento do fluxo sanguíneo e uma enxurrada de hormônios, o que aumenta a libido e ainda facilita a excitação sexual e o orgasmo. Inclusive, as leves contrações que ocorrem a partir do sexto mês estimulam ainda mais a possibilidade de orgasmos múltiplos. O que ajuda o orgasmo durante a gravidez também é o aumento da lubrificação vaginal.

Até quando o sexo na gravidez é seguro?

Em grande parte dos casos, até o dia do parto.

Eu já li estudos que mostram que, na verdade, o sexo durante a gravidez é benéfico tanto fisicamente quanto emocionalmente. O orgasmo é uma excelente maneira de relaxar durante um período costumeiramente tenso, sem contar que sexo é um exercício físico que melhora a circulação e a pressão sanguíneaAlém disso, ele melhora a autoestima e aumenta o vínculo entre o casal.

O medo de que o pênis possa cutucar o bebê é completamente infundado. Deixa eu te explicar porquê: o homem introduz o pênis no canal vaginal, mas o embrião fica na cavidade intrauterina todo protegido pela bolsa de líquido amniótico. Esses dois locais são separados pelo colo uterino, onde o pênis não tem acesso.

O que muitas mulheres me relatam é que nos três primeiros meses o grande problema é a falta de desejo sexual ocasionado por mudanças hormonais. Com náuseas, cansaço e alterações no corpo, muitas vezes elas ficam inibidas para se despir na frente do marido ou parceiro. Mas no quarto mês isso melhora significativamente devido a uma confiança maior na gestação e a evolução da autoestima (não vamos esquecer que os seios ficam maiores e os cabelos mais bonitos nesta fase!).

cabelo de grávida

Após a gravidez é que a recomendação é de uma pausa para permitir que o canal vaginal se recupere. Normalmente o útero precisa de 40 dias para regredir de tamanho, mesmo período que a cicatrização de uma cesária precisa para não ter o risco de rompimento. Ou seja, é interessante dar uma pausa nas relações sexuais entre cinco e seis semanas após o parto. Mas a minha dica é: isso não inclui pequenos estímulos, como carícias, beijos mais apaixonados e até sexo oral.

Existe alguma situação em que o sexo na gravidez não é indicado?

sexo

Infelizmente, sim. Algumas situações clínicas fazem com que médicos sejam contra a prática sexual porque pode ocasionar em algum risco para a mãe ou para o bebê. Os casos são poucos, mas incluem:

  • Quando a mãe tem placenta prévia, ou seja, quando a placenta se estabelece no colo do útero. Desta maneira, a introdução do pênis na vagina pode sim entrar em contato com a bolsa amniótica e causar sangramentos.
  • Quando há incompetência istmo cervical, que é quando o colo do útero fica mais aberto e assim favorece o aborto
  • Necessidade de repouso pré-natal
  • Ruptura da bolsa, o que diminui a proteção do feto

Eu sempre indico o acompanhamento médico caso você sinta algum desconforto. É importante sempre ficar atenta à sua saúde e à saúde do seu bebê.

Gostou do vídeo de hoje? Espero que tenha ajudado! Caso você tenha alguma dúvida é só deixar aqui nos comentários e eu vou adorar responder! Você sabia que todo domingo eu tenho um quadro no meu canal que é o #cátiaresponde? Eu respondo as dúvidas que as leitoras me enviam e quem sabe um dia eu não respondo a sua? Envie sua dúvida aqui, no Facebook, no Instagram ou no canal do YouTube e fique acompanhando!

Super beijo!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)