5 péssimos hábitos que podem causar infecção vaginal

Se você gostou desse Blog clique no +1:

5 péssimos hábitos que podem causar infecção vaginal

Você já sentiu aquela coceira intensa, odor, vermelhidão ou corrimento esbranquiçado vindo da sua região íntima? Xii, isso é problema! Todos esses sintomas são provocados pela infecção vaginal. Uma doença que é mais comum do que você imagina.

● O que é infecção vaginal?

A infecção vaginal surge quando o órgão genital feminino é infectado por algum tipo de micro-organismo, sendo que os fungos, como candida albicans, por exemplo, são os mais frequentes.

Mas o que pode causar essa infecção vaginal?!

● Abusar de medicamentos

O uso prolongado de certos medicamentos pode acabar com a sua saúde íntima. Os antibióticos, por exemplo, aumentam os riscos de infecção vaginal, enquanto os anti-histamínicos provocam secura no órgão.

infecção vaginal

● Ficar horas com o biquíni molhado

Sendo um lugar quentinho, úmido e escuro, o cenário de sonho para esse fungo se multiplicar aos montes, você já pode imaginar o que significa se esquecer da vida na praia ou na piscina aquecida com biquíni molhado.

Seis horas é o período máximo recomendado para ficar com a calcinha do biquíni molhada. E jamais sente-se diretamente na areia – ela está infestada de microrganismos que podem causar infecção vaginal.

● Muitas horas com absorvente interno

Eles são perfeitos para malhar, nadar e até para dar tranquilidade na balada. Mas atenção! Precisam ser trocados a cada duas horas, sim, mesmo nos dias de pouco fluxo menstrual. Do contrário, o sangue ali parado pode virar banquete para a proliferação de bactérias e desencadear uma infecção.

● Estresse, estresse!

Acredite: tanto estresse pode provocar a candidíase recorrente. Um estudo conduzido por pesquisadores ingleses constatou que mulheres que enfrentam uma infecção vaginal atrás da outra são mais tensas e nervosas e têm uma probabilidade maior de entrar em depressão. O estresse crônico debilita o sistema imunológico, que faz com que haja um desequilíbrio na flora vaginal, e acandida albicans acaba se multiplicando!

● Calcinha de tecido sintético

Materiais como o elastano estão presentes em muitas calcinhas e chamam a atenção tanto pela beleza das peças, como pelo conforto. No entanto, não se engane, elas não são a melhor opção. Com as calcinhas muito apertadas você tem a mesma situação do jeans e os tecidos sintéticos podem causar irritação, que tira a barreira de defesa e desencadeiam alergias no local. Prefira as de algodão e também dormir sem calcinha para deixar a região respirar.

● Higienização incorreta

A higienização incorreta é mais frequente do que as pessoas imaginam, e pode acontecer principalmente na hora de usar o banheiro e após o sexo. A maneira correta de limpar é sempre de frente para trás, para que as bactérias do trato intestinal não sejam transportadas para o canal urinário e causem uma infecção urinária. Após a relação sexual tome um banho, porque quando você transpira durante o sexo essas mesmas bactérias também podem migrar.

● Sabonetes comuns

A maioria dos sabonetes comuns contém PH alcalino e o da vagina é mais acido, então é preferível usar os íntimos que possuem esse mesmo PH da região. Você não deve deixar a espuma por muito tempo, deve lavar com água em abundância e secar muito bem. Entre os melhores estão os neutros ou de glicerina.

Eu já testei vários e nesse post aqui eu falo qual é o meu preferido e porquê!

● Outras formas de evitar infecção vaginal

Você sabia que o pompoarismo é ótimo para mulheres que tem infecção vaginal? A ginástica íntima é importante pelo seguinte motivo: os exercícios vaginais melhoram a circulação sanguínea da região pélvica. Com isso, toda saúde intima da mulher fica regulada, evitando as chances de infecção, diminuindo cólicas e melhorando até mesmo o funcionamento do intestino. Clique aqui para saber mais sobre o curso de pompoarismo. 

● Tratamento

A infecção vaginal tem cura e o seu tratamento deve ser orientado por uma ginecologista, pois é necessário identificar o que está provocando a infecção e qual o remédio mais adequado para eliminá-la.

Gostou do artigo?! Então compartilha com suas amigas, as vezes elas sofrem desses problemas e você nem sabe! Se você tiver alguma dúvida, comente aqui que eu terei o maior prazer em te responder.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)