Reutilizar camisinha: conheça os graves problemas que essa prática pode gerar!

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Reutilizar camisinha: conheça os graves problemas que essa prática pode gerar!

A camisinha é um dos preservativos mais utilizados no mundo, devido a sua eficácia e ao seu baixo custo. Fácil de ser manuseado, esse preservativo deve ser utilizado apenas uma vez e depois deve ser descartado. Sim, minha gente… Tem gente que quer reutilizar camisinha, vocês acreditam nisso? Eu fiquei CHO CA DA. Ou seja, ao contrário de muitos objetos, a camisinha não deve ser reutilizada. Nunca, jamais, em tempo algum. Reutilizar camisinha pode resultar em sérios problemas de saúde!

No post de hoje você vai ver:

  • A polêmica sobre reutilizar camisinha
  • Motivo do Alerta
  • Por que você não deve reutilizar camisinha?
  • Dados sobre as camisinhas
  • Pare de reutilizar camisinha!

A polêmica sobre reutilizar camisinha

Tudo começou quando uma das principais agências de saúde pública do mundo, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC na sigla em inglês), nos Estados Unidos, recentemente viu a necessidade de emitir um alerta à população. Sim, é isso mesmo! As pessoas têm reutilizado preservativos em um ritmo tão alarmante que uma organização do governo teve que postar um tweet afirmando isso. Veja a mensagem:

“Estamos falando porque as pessoas fazem isso: não lavem nem reusem #camisinhas. Use uma nova a cada ato #sexual”, publicou a agência ligada ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos do governo em sua conta no Twitter.

O CDC também divulgou um link para uma página com informações sobre como usar preservativos masculinos e femininos e sua eficácia na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, as DSTs.

Gente, é inacreditável que tem gente que queira reutilizar camisinha! Ela é barata, de fácil acesso e, se reutilizada, perde sua eficácia!

mulher segurando uma camisinha

Motivo do alerta

Não houve informação oficial sobre o que teria levado ao alerta. Porém, órgãos da imprensa americana acreditam que a medida pode estar ligada à divulgação recente de dados preocupantes sobre as DSTs no país. Em 2016, foram registrados 2 milhões de casos de gonorreia, clamídia e sífilis – o maior número desde o início dos registros.

“Enquanto todas essas três DSTs podem ser curadas com antibióticos, se não são diagnosticadas e tratadas, podem trazer sérias consequências à saúde, como infertilidade, gravidez ectópica (gravidez anormal que ocorre fora do útero), morte do feto e um risco aumentado de transmissão de HIV”, diz o site do CDC.

Por que você não deve reutilizar camisinha?

Os preservativos são feitos de material forte, projetado para aguentar muita pressão e atrito. Essa força sugeriria que você pudesse reutilizá-los se quisesse? Talvez lavá-los, lubrificá-los novamente e dar outra chance? A resposta é não!

Os preservativos nunca devem ser reutilizados, nem mesmo uma vez, nem mesmo quando você está fazendo sexo com o mesmo parceiro. Os preservativos são projetados para serem usados e descartados –  ​​após um uso apenas. Separei aqui alguns fatos que explicam o porquê:

1. Risco de transmissão de DSTs

Os preservativos fornecem uma barreira entre os genitais do casal durante o ato sexual. Quando uma pessoa remove a camisinha após o sexo e a ejaculação, ela deve segurá-la na base enquanto puxa para fora, e depois amarrá-la. Ambos os movimentos são projetados para manter todo e qualquer fluido liberado pelo pênis dentro do preservativo.

Se uma pessoa estiver reutilizando uma camisinha com o mesmo parceiro e tiver uma DST, existe o risco de que esses fluidos possam sair do preservativo. Isso pode colocar o parceiro em risco de infecção. Mesmo que eles lavem o preservativo, os vírus são microscópicos, então não há como saber com certeza se tudo saiu na lavagem. Mesmo se você lavá-lo com água e sabão não adianta para livrá-la totalmente de vírus, bactérias ou esperma. E se está fazendo sexo com várias pessoas, reutilizar preservativos pode significar que elas estão transmitindo os fluidos corporais de uma para outra. Isso também aumenta o risco de contrair uma DST.

2. Risco de gravidez

Se uma pessoa está usando preservativos para evitar a gravidez, reutilizá-los também é uma má ideia. Apesar dos espermatozóides serem maiores que os vírus, ainda são pequenos demais para serem vistos a olho nu. Então, mais uma vez, não há como ter 100% de certeza de que todo o esperma foi lavado se alguém estiver usando a abordagem de lavagem e reutilização.

E se uma pessoa está pensando em apenas fazer sexo novamente com o mesmo preservativo, não faça isso. O líquido ejaculatório que já está lá poderia escapar pelos lados enquanto o casal está fazendo sexo ou o preservativo poderia estourar.

mulher grávida

3. Pode rasgar

Quando reutilizado, é muito provável que um preservativo seja rasgado. Eles são projetados para uso único, por isso a  fricção do sexo pode enfraquecê-los. Além disso, todo o lubrificante original terá se desgastado pela primeira vez, o que aumenta o risco de rompimento.

4. Fica mais largo

Os preservativos são projetados para serem enrolados no pênis. Eles são enrolados por um motivo, porque os torna mais fáceis de aplicar quando você o enrola em um pênis ereto.

Isso cria uma boa vedação. Uma vez que uma pessoa retira um preservativo, esse selo é quebrado e ele se estica. Como resultado, um preservativo reutilizado poderia ser mais largo do que um novo, aumentando o risco de escorregar durante o sexo.

Dados sobre as camisinhas

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso correto e constante de preservativos reduz, em 80% ou mais, risco de uma pessoa pegar DSTs, HIV e hepatite viral.

A camisinha também é 98% eficaz na prevenção de gravidez quando usada corretamente, mas esse índice pode cair para 85% em situações cotidianas, com seu manuseio equivocado.

camisinha

Pare de reutilizar camisinha!

Portanto, se quiser evitar riscos, nunca reutilize camisinhas. Além do mais, estes preservativos são muito baratos e, caso você esteja sem dinheiro, alguns tipos de camisinha são distribuídas gratuitamente nos postos de saúde. Por tudo isso, não faz sentido você colocar em risco a sua saúde. Divirta-se com o seu parceiro, tenha noites quentes, mas nunca se esqueça de se prevenir da forma correta.

Gostou do artigo de hoje? Sempre que você quiser que eu fale sobre algum tema ou responda alguma pergunta você pode me enviar por aqui, na minha página no Facebook ou no meu Instagram que eu terei o maior prazer em responder! Falando nisso, você sabia que toda semana eu gravo um vídeo tirando as dúvidas que vocês me mandam? É só entrar nas minhas redes sociais, mandar sua dúvida e marcar a hashtag #catiaresponde.

Super beijo!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)