O que é retenção urinária e quais os tratamentos?

Se você gostou desse Blog clique no +1:

O que é retenção urinária e quais os tratamentos?

Você já sentiu uma vontade imensa de fazer xixi, mas na hora de ir ao banheiro saiu apenas um pouquinho de urina e parecia que sua bexiga continuava cheia? Ou pior, apesar da vontade de urinar, simplesmente não conseguiu? Cuidado, você pode estar sofrendo de retenção urinária. Apesar de ser mais comum na população masculina, o problema afeta muitas mulheres de qualquer idade, causando dor e incômodos. No texto de hoje vou explicar um pouco sobre a retenção urinária, os principais sintomas e como você pode tratar essa doença.

retenção urinária

No texto de hoje vamos abordar os seguintes tópicos:

O que é retenção urinária?

A retenção urinária é a incapacidade de urinar ou de esvaziar completamente a bexiga. Pode acontecer porque o paciente não consegue começar a urinar ou, se começa, não consegue esvaziar completamente a bexiga.  As pessoas podem reter urina porque as contrações do músculo da bexiga estão prejudicadas, a abertura da bexiga está bloqueada ou há uma falta de coordenação entre contração e relaxamento do músculo que fecha a abertura da bexiga. A retenção urinária é mais comum entre os homens porque o aumento da próstata, devido a problemas urológicos, pode causar o estreitamento do canal que elimina a urina do corpo (uretra).

Em geral, o paciente não consegue esvaziar completamente a bexiga. Nesses casos, a bexiga se expande lentamente sem causar dor. No entanto, o paciente pode ter dificuldade em iniciar a micção, um fluxo de urina fraco ou uma sensação de que a bexiga não está completamente esvaziada. Como a bexiga está relativamente cheia, pode escorrer urina (incontinência de transbordamento), precisar urinar à noite (noctúria) ou micção frequente. Como a urina retida pode ser um terreno fértil para bactérias, podem ocorrer infecções do trato urinário.

Tipos

Existem dois tipos de retenção urinária: aguda ou crônica. Veja quais as características de ambas:

  • Aguda – Na retenção aguda a pessoa não consegue urinar, mesmo estando com abexiga cheia.
  • Crônica – Neste caso, as pessoas podem ser capazes de urinar, mas têm problemas para esvaziar completamente a bexiga. Isso resulta em resíduo de urina na bexiga, em decorrência da incapacidade de eliminar o líquido, o que favorece o aparecimento de infecções urinárias e a formação de cálculos.

Sintomas

Os sinais e sintomas mais comuns da retenção urinária são dificuldade em começar a urinar e em esvaziar a bexiga totalmente, fluxo de urina fraco, gotejamento ao final da micção, perda involuntária de pequenas quantidades de urina, incapacidade de sentir quando a bexiga está cheia, aumento da pressão abdominal, ausência de vontade de urinar, esforço para forçar a saída da urina da bexiga, micção frequente e acordar mais de duas vezes à noite para urinar.

A retenção urinária pode ser secundária a doenças ou condições como acidente vascular cerebral, parto vaginal, lesão ou trauma pélvico, medicações ou anestesias, lesões no cérebro ou na medula, cateterismo vesical intermitente ou, em homens, à hiperplasia prostática benigna (aumento de volume da próstata).

Na retenção urinária aguda ocorre uma dilatação muito dolorosa da bexiga. Na retenção crônica, ocorrem tanto sintomas obstrutivos quanto irritativos.

retencao

Causas

A retenção urinária pode ser causada por obstrução do trato urinário ou por problemas nervosos que interferem nos sinais entre o cérebro e a bexiga. Veja algumas causas mais comuns:

  • Doenças nos nervos ou lesões na medula espinhal,
  • aumento da próstata,
  • infecções,
  • cirurgias pélvicas,
  • medicações (anticolinérgicos, como anti-histamínicos e alguns antidepressivos),
  • pedra na bexiga,
  • cistocele (a bexiga tomba para dentro da vagina),
  • retocele (o reto tomba para dentro da vagina),
  • acumulação de fezes duras que, ocupando o reto, exerce pressão sobre a uretra (fecaloma),
  • estenose uretral (estreitamento da uretra),
  • pessoas com diabetes, esclerose múltipla ou doença de Parkinson.

Existe também uma retenção urinária crônica idiopática. Esse tipo de retenção urinária, mais comum em mulheres, se deve a uma atividade excessiva do esfíncter externo da uretra, que inibe a contração da bexiga.

Diagnóstico

O médico tenta  determinar a quantidade de urina que permanece na bexiga após o paciente ter urinado tanto quanto possível. Para fazer isso, quando ele terminou de urinar, ele introduz uma sonda na bexiga para medir a urina extraída ou faz uma ultra-sonografia da bexiga para medir a quantidade de urina presente. A quantidade de urina deixada após urinar é chamada de volume residual pós-saída. Se esse volume exceder metade do copo (um pouco mais nos idosos), há uma retenção urinária.

Um exame físico é realizado, que normalmente inclui um exame retal digital. Nos homens, o exame retal digital pode determinar se a próstata está com um tamanho anormal. Tanto em homens como emmulheres, o exame retal digital ajuda a identificar a impactação fecal. Uma amostra de urina pode ser tomada e testada para determinar se existe uma infecção. Para determinar a causa da retenção urinária, pode ser necessário realizar um teste de sangue e testes de diagnóstico de imagem.

tratamento

Tratamento

Existem várias opções de tratamento para a retenção urinária, por isso é melhor procurar o que vai apontar o melhor para o seu caso.

Autocateterização

Um procedimento em que um catéter suficientemente longo para esvaziar a bexiga é inserido no trato urinário e depois removido em intervalos regulares.

Técnicas comportamentais

Algumas pessoas podem reduzir os sintomas de retenção urinária com mudanças em seu estilo de vida, fluidos e modificação da dieta, exercícios Kegel ou outros tipos de fisioterapia.

Medicamentos

Seu médico pode prescrever medicamentos para ajudar a controlar os sintomas de retenção urinária. Alguns desses medicamentos ajudam o músculo da bexiga a se contrair melhor e pode melhorar sua capacidade de urinar.

Neuromodulação

A neuromodulação envia pulsos elétricos leves aos nervos que controlam a bexiga e os músculos relacionados ao ato de urinar. Isso ajuda a comunicação entre o cérebro e os nervos, para que a bexiga possa funcionar corretamente. Neuromodulação é um tratamento reversível que pode ser interrompido a qualquer momento, desligando ou removendo o dispositivo.

A neuromodulação não é indicada para a retenção urinária obstrutiva. Nem todas as formas de retenção urinária não obstrutiva podem ser tratadas com terapia de neuromodulação.

Dicas

A retenção urinária nem sempre pode ser evitada, porém alguns hábitos podem ajudar a prevenir infecções que coloquem em risco o bom estado da bexiga. Veja alguns:

  • Beba água em abundância (2 litros no mínimo) e líquidos durante o dia
  • Não segure a urina e vá ao banheiro cada vez que sentir vontade
  • Mantenha uma boa higiene íntima e, após fazer as suas necessidades, limpe a zona genital sempre de frente para trás (e nunca ao contrário)
  • Siga uma dieta equilibrada e saudável que mantenha o seu sistema imunitário reforçado.
  • Pratique exercícios de pompoarismo, já que o exercício dos músculos do assoalho pélvico ajudam a prevenir a doença.
retencao-urinaria-catia-damasceno

Cuidado com a sua saúde

Apesar de não ser uma doença potencialmente grave, retenção urinária é um problema que causa dor e desconforto. Caso apareça qualquer sintoma ou se você observar algum tipo de alteração na cor ou odor da urina, procure um médico imediatamente.  O tratamento é relativamente simples e em pouco tempo você estará livre do problema. Não brinque com a sua saúde, cuide bem do seu corpo e preste atenção ao sinais que ele envia.

E você, já se inscreveu na Semana da Mulher Bem Resolvida? Milhares de mulheres que me seguem  sabem que eu criei a Semana da Mulher Bem Resolvida, uma semana que nós discutimos todos os assuntos do universo feminino (sensualidade, sexualidade, pompoarismo, relacionamento, autoestima…) para ter um contato direto e passar o melhor do meu conteúdo para vocês. É uma semana incrível, cheia de exercícios e que você vai poder falar comigo e tirar todas as suas dúvidas! Para participar, é só se inscrever no link abaixo. O evento é 100% online e gratuito. Não fiquede fora!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma avaliação)