Os passos para superar o fim de um relacionamento - Mulheres Bem Resolvidas

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Os passos para superar o fim de um relacionamento

Muitas mulheres, depois de um término, romantizam o antigo relacionamento. Elas começam a olhar a parte positiva das coisas, em vez das ruins, lembrando os bons momentos com o ex, minimizando os conflitos e bloqueando as memórias dos dramas e problemas que levaram ao fim.

A partir disso, começam a pensar que talvez não fossem “a mulher certa” para eles, e que provavelmente foram culpadas pelo fim da relação, já que provocavam uma insegurança no namoro. Se você se identificou com esse relato, é hora de mudar!

Vamos abordar os seguintes tópicos

  • Por que lembrar apenas das coisas boas não é bom?
  • Vamos puxar pela memória?
  • Razões para achar que não era suficiente;
  • Algumas dicas para você abrir os seus olhos;
  • Dicas para seguir em frente;
  • O problema nunca foi você nem a sua insegurança no namoro.

Por que lembrar apenas das coisas boas não é bom?

Quando nos lembramos apenas das partes boas de uma relação, bloqueamos as coisas decepcionantes e fazemos o que os terapeutas chamam de romantizar o relacionamento. Romantizar o passado pode nos impedir de criar relacionamentos no presente.

Você já viu a série How I Met Your Mother? Em 90% da série o protagonista investe em uma ideia romântica de amor. Ele passa todo o tempo idealizando os relacionamentos passados em vez de buscar uma verdadeira intimidade e conexão. Isso acontece na vida real. Você fantasia uma pessoa a tal ponto que não abre espaço para as outras.

Vamos puxar pela memória?

Seus pais falavam e suas amigas avisavam, mas você simplesmente não conseguia ver que, talvez, aquele cara que estava com você não era a sua alma gêmea. Até você, no início, podia achar ele chato, mas sabe-se lá o porquê, você decidiu investir seu tempo e suas emoções.

Talvez por medo de ficar sozinha, ou porque já passou por tanta insegurança no namoro, você começou a se doar tanto, a ponto de ver algo que não existia. E quando ele terminou, você passou a achar que não era mulher suficiente para ele.

Razões para achar que não era suficiente

Por que algumas mulheres acreditam que não são suficientes para seus parceiros? Veja algumas razões:

Origem social

A sociedade em geral tem uma visão muito idealista do que é o amor. Por isso, as pessoas crescem com a crença de que o amor deve ser incondicional, que envolve sacrifício e que tem que ser para sempre. Afinal, acreditamos que para ser feliz é preciso encontrar a nossa alma gêmea.

Enquanto tivermos essa mentalidade, enquanto nos agarramos a ideia de que para ser feliz é preciso ter alguém do nosso lado, continuaremos sofrendo desnecessariamente. A sociedade não nos ensina o que é um relacionamento real. Temos que entender que o amor por uma pessoa nem sempre vai durar por toda a vida e podemos ser felizes mesmo depois do término do relacionamento.

Histórico familiar

Já foi comprovado cientificamente que a relação que tivemos com os pais durante a nossa infância pode ter repercussões na vida adulta, especialmente quando iniciamos um relacionamento afetivo.

Isto é, se você tinha pais imprevisíveis e contraditórios (um dia sendo afetuosos e outro não), é provável que quando você iniciar um relacionamento amoroso, poderá desenvolver ciúme, obsessão, dependência de seu parceiro e sempre sentir uma insegurança no namoro.

É importante levar em conta que os pais são modelos de crianças e, quando um ou ambos têm uma dependência emocional, as chances de que os filhos desenvolvam o mesmo problema são muito grandes.

Autoestima

Quanto você ama a si mesma? As pessoas que têm baixa autoestima e, portanto, têm pouco amor e respeito por si mesmas, costumam entrar em uma situação de apego e dependência. Dessa forma, quando você não tem amor suficiente por si mesma, coloca os interesses pessoais de lado e dá maior importância a outras pessoas. Você se sente incapaz de seguir em frente sozinha e sente que está incompleta.

Já uma pessoa que sente amor por si mesma, que tem autoestima alta é uma pessoa independente, que estabelece relações nas quais não põe em risco sua dignidade e seu valor pessoal. Ela sabe que a felicidade está em si mesma e não precisa de ninguém para ser feliz. 

Algumas dicas para você abrir os seus olhos

Contudo, embora possa ser uma luta para lembrar por que você terminou com seu ex, não é algo impossível. Se você se comprometer a deixar de lado as fantasias e lembrar a verdade sobre seu tempo juntos, começará a se livrar do fantasma de um amor que, talvez, nunca tenha existido (pelo menos não como você imaginava). Veja como:

1. Pare de focar nos bons momentos

A princípio, todo relacionamento é composto de coisas boas e ruins. Assim, se você não está mais com o seu ex, as coisas ruins em seu relacionamento provavelmente superaram as boas. Nesse sentido, tente se lembrar de tudo!

Sobretudo as palavras duras que vocês dois trocaram, as ocasiões em que ele te desapontou, os momentos de insegurança no namoro e todos os outros momentos que você foi infeliz. Óbvio que os momentos felizes são ótimas lembranças, mas se você bloqueia o mal, então você está vivendo uma mentira.

2. Por que ele era tão perfeito?

Você consegue se lembrar de algo que realmente sente falta do seu ex? Enquanto você pensa, tente se lembrar do contrário. Lembre-se de algo que não sente falta. Pode ser fácil dizer que ele era engraçado ou ótimo na cama, mas quando você realmente pensa sobre isso, também lembra de muitas outras coisas que te irritavam e que não traz nenhuma saudade.

3. Faça uma lista 

As listas são ótimas ferramentas para ajudá-la a superar, porque além de te forçar a lembrar de todos os detalhes do seu relacionamento, também fazem você ver tudo escrito no papel. Então, faça uma lista de todas as coisas que foram ótimas sobre o seu tempo com o seu ex. Por exemplo, o amor que ele mostrou, o apoio que ele ofereceu e todas as pequenas coisas que fizeram você realmente feliz.

Posteriormente, faça uma lista de todas as coisas ruins que ele fez – seja trair você, mentir ou te machucar. Ao olhar para essas listas, lado a lado, você pode ter uma ideia melhor sobre por que precisa colocar toda essa romantização de lado, já que ela não reflete a realidade do que você passou.

4. Parar de comparações 

Eu não preciso te dizer que todo mundo é diferente, e cada pessoa tem suas virtudes e defeitos. Por isso, pare de comparar todos com seu ex. Talvez a pessoa que você está namorando não seja tão forte quanto o seu ex, ou não goste dos mesmos filmes. Mas isso realmente importa?

Você não pode comparar as pessoas, porque todo mundo traz algo diferente para um relacionamento. Mas ficar obcecada com o que ele fazia ou deixava de fazer é prejudicial e vai apenas atrapalhar sua capacidade de ser feliz novamente.

5. Pergunte aos seus amigos o que eles achavam do seu ex

Mais do que qualquer outra pessoa, seus amigos e familiares te forçam a ver a realidade quando se trata de relacionamentos passados. Ao contrário de você, eles podem se lembrar de casos específicos em que você era infeliz.

Aliais, seus amigos podem lembrar de todas as vezes em que seu ex esqueceu seu aniversário, de quando ele nunca estava por perto quando você precisava dele, ou até como ele conseguia manipular você ou te colocava para baixo. É isso que você precisa lembrar! Por isso, conte com seus amigos e familiares para refrescar sua memória. Isso ajudará a pintar uma imagem mais clara (e mais realista).

6. Lembre-se de todas as vezes que você questionou o relacionamento

Se vocês se separaram, possivelmente há uma boa chance de que em algum momento do seu relacionamento, você se perguntou o que estava fazendo com o seu ex.

Talvez você tenha tido esse pensamento depois de uma discussão acalorada; ou então em um momento de reflexão qualquer, ou nos momentos em que você sentia uma certa insegurança no namoro. São essas memórias que você precisa acessar.

Eventualmente, se você romantizou o seu relacionamento e pensou várias vezes nos motivos de estar com o seu ex, então você precisa se esforçar um pouco mais. Você estava tendo esses pensamentos por uma razão e, provavelmente, sua mente já queria mostrar que não gostava dele tanto assim.

7. Saiba que quem você era com o seu ex não é quem você é agora

Querendo ou não admitir, os relacionamentos nos modificam. Em outras palavras, uma vez que os deixamos para trás, somos capazes de encontrar nossa identidade novamente. Nós passamos mais tempo com nossos amigos e mais tempo sozinhos e, com isso, conseguimos entrar em contato com nosso verdadeiro eu.

Na maioria das vezes, essa pessoa é melhor do que a que éramos quando estávamos em um relacionamento sério, e sentíamos muita insegurança no namoro. Por isso, você precisa comparar as duas versões de você e perceber qual delas você prefere ser.

8. Ele é seu ex por uma razão

Se o seu relacionamento tivesse sido tão incrível quanto é em sua memória, então você ainda estaria junto com ele. Isso, acima de tudo, é o que você realmente precisa lembrar. Certamente você se separou por uma razão – e você nunca deve esquecer qual foi, não importa o quanto isso possa machucar.

Mesmo se vocês voltarem, não há garantia de que as coisas serão diferentes dessa vez. Sua melhor aposta é empacotar essas memórias, dizer adeus e olhar para o futuro.

Dicas para seguir em frente

Lembre-se de suas metas e objetivos pessoais

Lembre-se que, possivelmente, antes de conhecer seu ex, você tinha seus próprios objetivos pessoais. Dessa forma, pense sobre o que eles eram e tente colocá-los em prática. Pode ser um curso, uma viagem, não importa.

Reforce sua autoestima

Lembre-se de que, para dar amor aos outros, você deve primeiro amar a si mesma, já que não pode oferecer algo que não tenha. Dessa maneira, se você tem problemas de autoestima e não sente amor suficiente por si mesma é hora de começar a trabalhar para aumentá-la. Se você acha que já tentou de várias maneiras e ainda não consegue se amar, pode ser uma boa ideia procurar um profissional.

Saia com seus amigos

Pode ser que você tenha se afastado dos seus amigos quando começou a namorar e agora se sinta sozinha. Portanto, essa é a hora de se reaproximar deles e renovar seu círculo de amizades. Combine uma saída, vá para um barzinho, jogue conversa fora e divirta-se.

O problema nunca foi você nem a sua insegurança no namoro

Para finalizar, lembre-se de que o problema não era você, mas sim ele. Não estou dizendo que você não cometia erros e que ele tinha toda a culpa. Porém o que é preciso lembrar é que o seu ex simplesmente não era o homem ideal para você.

A insegurança no namoro pode ter feito você romantizar toda a situação, e ter deixado a impressão de que não era mulher suficiente para ele. Isso é falso! Não adianta se prender ao passado! você poderia ter se dedicado cem vezes mais, ter feito tudo diferente e o final teria sido o mesmo. Agora é hora de olhar para o futuro. Bola para frente, você merece ser feliz!

Gostou do artigo? Tem alguma história para compartilhar com a gente? Conte nos comentários abaixo. Vai ser um prazer conversar com você!
Super Beijo

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 avaliações, média: 5,00 de 5)