O orgasmo é apenas uma das fases do ciclo da resposta sexual. Todo o ser humano vai passar por quatro etapas, são elas: desejo, excitação, orgasmo e período refratário. Mas, algumas mulheres podem sentir dificuldade na hora do sexo e também do orgasmo.

Se o problema é na fase de desejo, a dificuldade provavelmente vai estar na questão hormonal ou psicológica. Se for um problema psicológico, provavelmente é de algum evento que aconteceu anteriormente na sua vida – uma infância traumática ou um relacionamento ruim.

Depois do desejo, há excitação, ou seja, quando começam a acontecer as respostas físicas do seu corpo. Nos homens ocorre a ereção e nas mulheres, a lubrificação. 

Beautiful alluring young woman in sexy lingerie

Geralmente, o período refratário é o que mais demora para os homens, e o que menos demora para as mulheres. E as outras etapas: desejo, excitação e orgasmo acontecem de forma rápida para o homem.

A rápida recuperação no período refratário é o que possibilita, nós mulheres, ter múltiplos orgasmos.

O que o orgasmo te causa 

Na excitação, o problema pode ser de entupimento de glândula, essas são a de bartholin ou de skene. O que acontece normalmente é o fluxo sanguíneo ser pequeno na região sexual e por isso a lubrificação ocorre em menor quantidade, ou quantidade nenhuma.

É comum uma mulher estar muito excitada e não ter lubrificação alguma. Neste caso, você pode usar um gel ou um hidratante vaginal para substituir. Mas, é importante lembrar que esse problema não é na libido, ou na vontade, e sim uma questão física que pode e deve ser tratada com um ginecologista.

Inclusive, uma prática que pode ajudar muito a mulher nesse momento é o pompoarismo. A técnica pode ser uma aliada na hora da busca por um corpo mais preparado sexualmente.

Depois de atingir o orgasmo, seu corpo irá responder a isso. E o que ele pode te causar fisicamente? 

As pupilas dilatam, o corpo estremece, o coração palpita, a respiração fica ofegante. E, junto às reações físicas, existem também, as reações hormonais.

Quando o orgasmo é atingido acontece uma descarga de adrenalina no corpo, que faz a mulher ter essas sensações físicas. Depois dessa reação de energia, acontece uma descarga de endorfina, que vai proporcionar calma e vai dar em alguns homens e mulheres a sensação de sono. 

No sexo, quem faz grande parte do esforço físico é o homem. É como se ele estivesse “indo para a caça”, antropologicamente falando. Sendo assim, neste ato é despendida uma energia muito grande. Para que haja o equilíbrio, o homem, geralmente, deita na tentativa de se recuperar do esforço físico, é quase como se fosse involuntário. Por isso, saiba que é comum isso acontecer.

No período refratário, ocorre a diminuição do fluxo sanguíneo no pênis, ficando mais flácido, e na mulher a lubrificação fica em menor quantidade. 

Beautiful woman oenologist tasting wine in winegrower cellar

Quais são os tipos de orgasmo

Os tipos de orgasmos femininos são diversos, o que há em comum entre eles é que o estímulo sempre vai ser necessário. O orgasmo “é o mesmo”, o que muda é a forma como ele foi provocado. 

Uma dúvida recorrente das mulheres que me acompanham é: será que um orgasmo vaginal é mais intenso que o clitoriano? Será que ter um squirting é mais intenso do que ter um orgasmo vaginal? 

A partir do meu conhecimento e entendimento do assunto, depende de como está sua entrega no momento do ato sexual, de como está sua cabeça naquele momento. 

Se você tem um parceiro, por exemplo, e transar com ele durante um dia inteiro, o que pode acontecer é de você ter três tipos de orgasmo diferentes, em intensidades distintas. 

Tire da sua cabeça que o objetivo do sexo é o orgasmo. É uma parte muito importante, que não deve de maneira alguma ser negligenciada, principalmente por nós mulheres que temos nosso prazer desvalidado e esquecido muitas vezes.

Entretanto, quando focamos muito no orgasmo, a pressão fica muito grande no nosso pensamento, na nossa mente. E eu devo te dizer que o orgasmo é algo que acontece também na nossa cabeça, então se não estivermos relaxadas mentalmente, nossa cabeça irá comunicar isso ao corpo e a dificuldade de atingir um orgasmo fica maior. 

O problema é que na cabeça do homem o orgasmo feminino está ligado ao pênis, então se for um orgasmo clitoriano é quase como se não valesse. Para a gente, vale. Mas, calma, não é por causa disso que a presença do homem vai ser menos importante. 

Anorgasmia

Uma relação sexual pode ser boa, mesmo que a gente naquele dia, ou naquela noite não tenha atingido o orgasmo. O que não é bom é ter tido relações sexuais com seu parceiro e nunca ter experimentado orgasmo. Isso não é bom, não é normal e não deveria ser comum. 

Existem, sim, pessoas que têm anorgasmia. Ou por só conseguirem ter orgasmos em uma posição, ou por um trauma que sofreu, mas antes conseguia ter, ou por nunca ter conseguido mesmo.

Geralmente, as mulheres conseguem ter um estímulo clitoriano e vaginal quando estão por cima do homem. Muitas delas alegam que conseguem ter um orgasmo somente nessa posição pela dupla estimulação. Há muito essa discussão de se o orgasmo clitoriano é o mesmo que o vaginal, pelo clitóris ocupar um espaço no canal vaginal. 

Tipos de orgasmo

O orgasmo vaginal é o mais conhecido e aquele o qual as mulheres mais querem alcançar e os homens proporcionar. 

O clitoriano ocorre, principalmente, pela estimulação direta da parte que fica exposta do clitóris . 

O Ponto G é uma parte da região clitoriana que vai estar em contato com a vagina, por isso é muito sensível ao toque e as mulheres costumam gostar quando essa região é estimulada. 

O Ponto U é o orgasmo da uretra que é por onde sai a urina. Alguns estudiosos dizem que o Ponto G fica localizado na saída da uretra, seria o acúmulo de células esponjosas ao redor dela.

O anal, apesar de ser pouco comum, é real.

Já o orgasmo mamário depende do dia em que a mulher está. Existem dias que os seios estão sensíveis ao toque, mas há dias que esse toque em vez de causar prazer pode acarretar dor. 

Você também pode ter um orgasmo enquanto dorme. Às vezes o seu subconsciente armazenou uma informação sobre uma pessoa e à noite pode acontecer de você sonhar com ela e ter um orgasmo.

Um dos mais misteriosos, o do Ponto C – cérvix. Essa região é o fundo do colo do útero, e tem alguns pesquisadores que afirmam que o pênis ao encostar nessa região pode acarretar um orgasmo. 

O décimo tipo de orgasmo

Já ouviu falar em ASMR (Autonomous Sensory Meridian Response)? Existem mulheres que conseguem ter um orgasmo somente ao escutar esse tipo de conteúdo, justamente porque a partir dessa técnica nosso corpo consegue ter sensações prazerosas. 

Os orgasmos múltiplos são aqueles que a mulher consegue ter vários em um curto espaço de tempo.

O décimo tipo de orgasmo que eu te conto hoje é o coreorgasmo. São aqueles que acontecem durante uma atividade física.

Tenho alunas do meu curso de pompoarismo que chegam ao orgasmo somente praticando os exercícios que eu ensino.

Pompoarismo

Se você sente alguma dificuldade para ter um orgasmo, ou nunca conseguiu ter algum, como dito antes, o pompoarismo é uma boa opção para você estimular a musculatura da região. No meu curso de pompoarismo, eu ensino essa técnica que pode te ajudar no momento do sexo, mas antes disso vai melhorar a sua saúde sexual, pois essa prática ainda previne algumas doenças vaginais. 

Não é somente de uma forma que o orgasmo acontece. Ele é diferente para cada uma de nós, apesar de haver sensação de prazer em todos, existem aqueles que são mais intensos, menos intensos, mais demorados e menos demorados.

Alguns aspectos do orgasmo feminino continuam sendo desconhecidos, por as normas científicas serem dominadas majoritariamente por homens que não compreendem direito a dimensão da importância que ele tem nada vida de uma mulher.

Como já dito antes, o orgasmo não está necessariamente ligado à penetração. Nem precisa acontecer enquanto você está fazendo sexo. Na verdade, o orgasmo feminino acontece muito mais durante a masturbação, do que durante o sexo. 

Além dos benefícios que você provavelmente já conhece, o orgasmo também melhor o humo da mulher, alivia o estresse que ela pode ter sentido durante o dia e aumenta a imunidade. 

Quando você está sozinha a masturbação pode te dar essa sensação de prazer, de satisfação e de bem estar. E se você estiver com alguém, o orgasmo pode aproximar os dois e estreitar essa relação.

Texto de Cátia Damasceno

Cátia Damasceno é Fisioterapeuta especializada em uroginecologia, coach, palestrante e idealizadora do Programa Mulheres Bem Resolvidas.