X

Menopausa: o que é, quais são os sintomas e formas de tratamento

A menopausa é um assunto inevitável, porque independente se você é jovem ou se já está chegando na casa dos 40, se teve filhos ou ainda não, independente de qualquer status, essa condição faz parte de um ciclo natural na vida de toda mulher e saber lidar com ele é muito importante.

E, uma coisa que eu vejo com frequência, são mulheres sofrendo por antecipação com medo dos sintomas, associando a menopausa com a velhice, a falta de libido, a perda de feminilidade, como se não fossem mais mais desfrutar dos prazeres da vida.

Outras, acreditam até no mito de que a mulher acaba se tornando assexual, mas, hoje, você vai ver que é super possível viver bem e sentir prazer durante a menopausa, como em qualquer outro ciclo da vida.

Você pode estar na menopausa e nem sabe

Clique aqui e descubra como o meu curso de Pompoarismo pode te ajudar com os sintomas da menopausa

Confira os tópicos que vou abordar com você:

  • O que é menopausa e o que é climatério?
  • O que acontece com o corpo da mulher nesse período?
  • Sintomas da menopausa
  • Confira os 15 sintomas mais comuns da menopausa
  • Pompoarismo no tratamento da menopausa
  • Outras formas de tratamento para menopausa
  • Menopausa e seus tabus
  • Sexo durante a menopausa
  • Benefícios do pompoarismo para a saúde da mulher

O que é menopausa e o que é climatério?

A menopausa é, especificamente, o nome dado à última menstruação da mulher, um fato que ocorre durante o climatério, entre os 45 e 55 anos.

E, climatério é o nome cientifico dado a transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a não fértil, a fase de pós-menopausa.

Durante esse estágio, os sintomas climatéricos são: calor, dificuldades para dormir, ganho de peso, oscilação no humor, entre outros sintomas que vou falar mais a frente, eles podem permanecer e se intensificar.

É um ciclo extremamente natural e saudável na vida da mulher e não deixa de ser uma experiência única para cada uma.

Observação importante: como geralmente se referem a fase do climatério como menopausa, é assim que vou dar continuidade no post de hoje, para melhor entendimento.

O que acontece com o corpo da mulher nesse período?

Fisiologicamente, toda mulher, quando nasce, já possui os folículos dos ovários, que vão dar origem aos óvulos desde a primeira menstruação que acontece por volta dos 12 anos, até a última.

Eles são produzidos ao longo da vida, e quando morrem, diminuem também as concentrações dos hormônios femininos: estrogênio e progesterona.

Esse hormônios são fundamentais na puberdade, onde se desenvolve os traços da mulher, seios, curvas e principais características sexuais femininas, além da regularização do ciclo menstrual feminino e na preparação do útero da mulher para a gravidez.

Nesse período, acaba ocorrendo a redução considerável de estrogênio e progesterona, que é continua até o fim da ovulação. É por conta desse desequilíbrio hormonal que acontecem os principais sintomas da menopausa.

Por isso é tão importante ter hábitos saudáveis no decorrer da vida como uma boa alimentação, rica em nutrientes aliada a prática de exercícios físicos e exercícios para a musculatura pélvica, também conhecidos como exercícios de Kegel. Combinação perfeita que traz uma série de benefícios para a saúde da mulher.

Sintomas da menopausa

O diagnóstico da menopausa é clínico, mas os sintomas são bastante evidentes e podem ser percebidos a partir dos 40 anos.

A mulher acaba passando por grandes transformações, muitas desconhecem os sintomas e ficam realmente perdidas. O importante é você identificar se realmente está entrando na menopausa para saber lidar melhor com os sintomas.

Mas, existem vários casos de mulheres que chegam à menopausa com poucos sintomas, isso porque a intensidade varia de organismo para organismo.

Confira os 15 sintomas mais comuns:

  1. Diminuição da autoestima
  2. Suores noturnos
  3. Alterações no ciclo menstrual
  4. Ondas de calor inesperadas
  5. Cansaço frequente mesmo sem esforço físico
  6. Perda de massa muscular e óssea
  7. Alterações no peso e na pele
  8. Ansiedade
  9. Diminuição da memória
  10. Alterações no humor
  11. Dificuldade para dormir e insônia
  12. Queda de cabelo
  13. Diminuição da libido
  14. Secura vaginal
  15. Depressão

A menopausa acaba trazendo consigo algumas consequências, mas não quer dizer que você sentirá todos eles. ´É uma fase de transição na vida que pode trazer vários questionamentos e dúvidas, até uma certa insegurança por sentir que o seu corpo está mudando, envelhecendo, que chegou o fim da sua vida fértil, mas já existem formas de tratamentos para amenizar os sintomas, fazendo com que a menopausa passe quase que despercebida.

O Pompoarismo feminino ajuda a amenizar os sintomas da menopausa. Clique aqui para saber mais

Pompoarismo no tratamento da menopausa

O pompoarismo, é bastante recomendado por profissionais em todos os ciclos da vida da mulher, mas principalmente, no combate aos sintomas da menopausa.

A prática dos exercícios de ginástica ajuda na regulação hormonal, pois estimula a produção de hormônios, com isso, muitos sintomas são controlados.

Com os movimentos de contração, o famoso “aperta e solta”, ocorre o aumento do fluxo sanguíneo na vagina, aumentando a lubrificação que é uma das principais queixas de mulheres nesse período.

E, tem mais, com os exercícios você acaba tonificando os músculos do assoalho pélvico, ganhando o aspecto de mais apertadinha, molhadinha e a prática também te possibilita ter orgasmos mais intensos e com maior facilidade. Além de fazer com que as mulheres fiquem mais confiantes e confortáveis na hora de se relacionar, devolvendo a autoestima.

Outras formas de tratamento para menopausa:

Atualmente, as mulheres tem apresentado uma preocupação maior com as mudanças que ocorrem com os seus corpos. Estão buscando mais informações, mais qualidade de vida. Deixando de lado os tabus e indo em busca de soluções para se livrar dos sintomas da menopausa.

Além dos exercícios de pompoarismo feminino, existem outras formas de tratamento para amenizar os sintomas da menopausa. Leve ao seu medico e discutam juntos a melhor forma de tratamento para os seus sintomas.

Hábitos alimentares saudáveis 

A modificação do estilo de vida é inevitável para uma vida saudável. E, isso não se aplica somente ao período da menopausa, os bons hábitos fazem toda a diferença em qualquer momento da vida, então:

  1. Beba mais água: Um organismo bem hidratado garante as reações químicas necessárias e o metabolismo funcionando corretamente.
  1. Consuma alimentos que são ricos em cálcio: Consuma alimentos ricos em cálcio e magnésio como os vegetais verde-escuros como couve, brócolis e espinafre. Leite, derivados, peixes e sementes de gergelim, abóbora. Esses alimentos vão ajudar muito a fortalecer os ossos, já que na menopausa há grande perda de massa óssea.
  1. Evite a cafeína, bebidas alcoólicas e refrigerantes: Esses tipos de bebidas quando tomadas junto com as refeições, prejudica a absorção dos nutrientes pelo organismo e podem aumentar os sintomas de fogachos, as famosas ondas de calor que acomete muitas mulheres na menopausa.
  1. Consuma alimentos ricos em soja: Eles são ricos em fitoestrógenos, substância que melhora os sintomas da menopausa pois equilibra a produção de hormônios femininos no organismo. “Leite de soja, soja refogada, bolinhos de soja assados, são boas fontes proteicas e de fitoestrógenos.
  1. Chá de folhas de amora: é bastante conhecida como reguladora de hormônios e com grande eficácia nos sintomas da menopausa, atuando no ressecamento da vagina, irritação, ansiedade, nervosismo, memória fraca, dores musculares e das articulações, ondas de calor.
  1. Consuma vegetais: Eles são grandes fontes de vitaminas, minerais e principalmente fibras, que regulam o intestino. Experimente as sementes de linhaça, farelo de centeio, trigo integral, cevada…

Observação: Avalie com o seu nutricionista a quantidade ideal de consumo de cada item.

Medicina complementar e alternativa

A utilização de plantas medicinais é uma ferramenta importante para profissionais de saúde, pesquisadores e principalmente para os usuários que usufruem dos seus benefícios.

Com isso, já foram criadas a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, porque já existem várias alternativas à terapia de reposição hormonal para aliviar os sintomas da menopausa, estimulando as defesas naturais do organismo.

Principais fitoterápicos utilizados na menopausa

Os principais fitoterápicos utilizados no combate ao sintomas da menopausa são denominados: fitoestrogênios.

Esses são os mais utilizados: Glycine Max, Trifolium pratense e a Cimicífuga Racemosa.

A utilização da fitoterapia já é uma prática de grande aceitação popular, mas é necessário ajuda profissional para saber quais serão os efeitos no seu organismo e qual é o mais indicado para o seu tratamento.

Terapia de reposição hormonal

É importante mencionar que a terapia de reposição hormonal é muito questionada por mulheres que fazem uso do processo terapêutico, o que faz muitas delas buscarem uma alternativa mais segura.

A terapia de reposição hormonal é um tratamento que tem sua eficácia comprovada para aliviar sintomas comuns que acompanham a menopausa, mas tem as suas consequências.

Estudos relataram que as mulheres que faziam uso de hormônios sintéticos apresentaram maior incidência na formação de células cancerígenas.

Esse tipo de tratamento também é indicado para prevenir a perda óssea que, se não tratada a longo prazo, pode desencadear a osteoporose.

Principal forma de tratamento com terapia hormonal:

Um dos principais tratamentos para os sintomas da menopausa com terapia hormonal, utiliza-se o estrogênio isolado ou combinado com a progesterona para prevenir estímulo endometrial. E, o estrogênio na reposição hormonal previne sintomas em geral.

Formas de reposição hormonal:

  1. Via comprimidos: Geralmente são feitos à base de estrogênio sintético e usados diariamente.
  2. Adesivo ou gel: A vantagem é que esses formatos não interagem com estômago e fígado.
  3. Anel vaginal: Trocado uma vez por mês, libera menos hormônios no organismo devido à sua ação local.

Importante: Independente do tratamento que você vai escolher seguir, o acompanhamento feito por um profissional de saúde inclui a verificação dos sinais e sintomas que são relatados, além de exames laboratoriais, quando necessários para que o tratamento venha surtir efeitos positivos e amenizar os sintomas da menopausa.

Menopausa e seus tabus:

Infelizmente, a menopausa ainda é considerada um tabu, mesmo na era da informação e da tecnologia, onde praticamente tudo que queremos saber está na palma de nossas mãos.

Mesmo assim, ainda existem mulheres que sentem vergonha e possuem grande dificuldade de falar sobre o assunto abertamente com seus parceiros, amigos, familiares e até mesmo com o ginecologista.

Essa dificuldade de lidar com o assunto, acaba gerando problemas maiores, como conviver com os sintomas da menopausa sem tratamento, mesmo em caso de sintomas mais severos.

Sexo durante a menopausa

Outro tabu muito comum é que não existe sexo durante a menopausa. Eu, como especialista no assunto, posso afirmar que existe.  É possível sentir prazer e ter bem-estar nessa fase da vida também.

Se brincar, é possível até aproveitar mais. Quando você toma a consciência de que pode tentar de tudo sem se preocupar com gravidez, sem cólica, sem menstruação.

Nesse período onde a mulher tem como preocupação maior o seu bem estar. É o momento de certo para colocar o amor próprio em prática.

Então, tire da sua cabeça que mulher na menopausa não faz sexo, muito pelo contrário, mulheres na menopausa sentem desejo sexual, podem testar novas posições sexuais, produtos eróticos, podem e devem praticar pompoarismo.

Tudo isso vai ajudar bastante a aumentar a autoestima e confiança, permitindo que você se relacione melhor.

A menopausa não é uma doença, é apenas uma nova fase onde seu corpo está se preparando para um novo ciclo que pode ser tão lindo quanto as outras fases da sua vida.

Benefícios do pompoarismo para a saúde da mulher

Uma das coisas que sempre poderá ajudar bastante na saúde da mulher, são os exercícios de pompoarismo.

Seja novinha, quando as cólicas menstruais costumam ser mais fortes, seja na gravidez, no pós-parto e, é claro, na menopausa também.

Sem mencionar que os homens ficam com ainda mais tesão com os movimentos de contração da vagina durante o sexo, que somente as mulheres pompoaristas sabem fazer. Agora me diz, por que você ainda não pratica os exercícios?

Curso de pompoarismo feminino:

Ficou animada e quer saber mais sobre a ginástica íntima? Comece hoje mesmo a praticar os exercícios que são rápidos e práticos.

Clique aqui e confira o meu curso de Pompoarismo, para você começar usufruir de todos esses benefícios.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre menopausa, deixe aqui nos comentários que vou te responder com o maior prazer.

Até o próximo assunto e um super beijo!

Artigos Relativos