O passo a passo para fazer uma massagem erótica inesquecível

Se você gostou desse Blog clique no +1:

O passo a passo para fazer uma massagem erótica inesquecível

A massagem é uma arte milenar usada para estimular e despertar diversas partes do nosso corpo. Por isso também que ela possui várias modalidades: relaxante, terapêutica, regenerativa e até mesmo erótica. A prática da massagem erótica é capaz de aumentar a intimidade entre o casal além de facilitar os envolvidos a chegarem a um orgasmo mais intenso.

Neste post vamos mostrar:

  1. A preparação do ambiente para uma massagem erótica
  2. Por que fazer uma massagem erótica
  3. Benefícios da massagem erótica
  4. Como fazer uma massagem erótica
  5. A massagem tântrica
  6. Aproveite a experiência
massagem erótica

Por que fazer uma massagem erótica?

A arte da massagem é uma ótima pedida para aumentar a intimidade entre o casal. Muitas pessoas, principalmente nós mulheres, sentem-se desconfortáveis ​​em dar massagens aos nossos parceiros porque acreditam que não são boas nisso. A verdade é que qualquer um pode dar uma excelente massagem como um profissional, seguindo algumas dicas simples!

Benefícios da massagem erótica

  • Benefícios da massagem erótica para o casal: aumenta o desejo, erotismo enriquece, melhora a consciência corporal de ambos, estimula a comunicação, sensibiliza o corpo para desfrutar mais das sensações
  • Benefícios da massagem erótica para a saúde: estimula a circulação sanguínea, aumenta os níveis de oxigênio no sangue, relaxa os músculos, estimula o sistema linfático eliminando toxinas, produz uma esfoliação natural da pele e é sedativo.
  • Benefícios da massagem erótica para o bem estar: é relaxante, combate o estresse, estimula histaminas e acetilcolinas, substâncias do corpo envolvidas em sentimentos de bem-estar e relaxamento, beneficia pessoas com estados depressivos e ajuda a aumentar a autoestima.

Como fazer uma massagem erótica?

Fazer uma massagem erótica é muito similar a uma massagem tradicional. A primeira vista pode até parecer muito complicado, mas te garanto que assim que você for aprendendo e desenvolvendo as técnicas básicas, os movimentos serão mais fluidos e vão evoluir naturalmente.

A principal dica é não deixar em nenhum momento de manter contato entre as duas peles. E não precisa, necessariamente, ser com as mãos. A boca e os peitos também podem ajudar a sair do óbvio e estimular o parceiro. Vale lembrar que aqui no blog eu já falei sobre zonas erógenas, ou seja, zonas que dão prazer aos nossos parceiros de vários jeitos.

1. Tenha paciência

Relaxe e acalme sua mente. Paciência é a chave para dar uma boa massagem. Sinta-se bem consigo mesma e prepare sua mente para agradar abertamente seu parceiro sem esperar nada além de felicidade e relaxamento em troca. Respire profundamente algumas vezes e evite distrações.

2. Escolha um óleo ou separe um creme hidratante.

Eles facilitarão o contato entre a pele do seu parceiro e a sua mão e permitirão que você deslize melhor nela. O mais comum é o óleo de amêndoas, mas não é obrigatório. Busque um óleo comestível e a base de água para algumas lambidinhas no meio do caminho que o farão delirar.

3.  Ponha-o na posição correta

A melhor posição para fazer uma massagem erótica é de bruços em uma superfície semi-dura. Você pode fazer em cima de uma cama, mas o mais recomendado é um colchão no chão, isso porque ele te dará a firmeza necessária.

4. Domine os movimentos

O movimento mais utilizado em uma massagem erótica, assim como na tradicional, é a pressão dos polegares em movimentos ascendentes e circulares. Em locais como a panturrilha, braços e coxas, o movimento de pinça também é bastante recomendado.

5. Comece pelos pés e pernas

Comece massageando os pés do seu parceiro e vá subindo aos poucos pelo restante do corpo. Experimente ir variando a pressão do toque assim como o tipo de toque – desde toques mais simples até leves batidinhas.

6. Varie a pressão

Ao mover as mãos, varie a pressão que você está aplicando em seu parceiro. Um gemido feliz implica uma boa pressão, um grunhido ou um gemido doloroso significa que você precisa reduzi-la. Se isso não faz sentido para você, pergunte ao seu parceiro para lhe dizer se você precisa reduzir ou aumentar a pressão.

como fazer massagem sensual

7. As zonas boas

O pescoço, os ombros e os dedos do pé são as zonas boas. Mesmo que seu parceiro não desfrute de uma massagem ou se ainda estiver se sentindo rígido ou desajeitado, comece com essa região. Essas áreas ajudam seu parceiro a relaxar imediatamente, perder suas inibições e aproveitar suas mãos contra o corpo.

8. As zonas sensuais

Uma massagem sensual não é boa quando você não passa muito tempo nas zonas sensuais, na pelve, na parte interna da coxa e na região lombar. Ao mover as mãos por todo o parceiro, preste atenção ao modo como o corpo dele se sente. Se parecer rígido, você precisa se concentrar nas zonas boas. Se ele se sentir relaxado,, estará pronto para as zonas sensuais. Gaste muito tempo massageando seu amante em torno de sua zona sensual. E se você quiser trazer mais paixão para a massagem, beije ou morda seu parceiro em torno da sua zona sensual de vez em quando.

9. Invista na sensualidade

Ao longo da massagem você pode e deve falar algumas coisas sensuais no ouvido do seu parceiro, investir em leves mordidas e até lambidas. Mas ao final de todo o relaxamento, deite-se sobre ele e deixe-o sentir seu corpo.

10. Vire-o de frente e deixe que ele a veja

Beije-o delicadamente e vá passando a boca e os peitos pelo corpo dele. Volte a encará-lo e continue com a massagem por mais alguns instantes. Foque nas mãos e braços.

11. Faça com que a massagem chegue ao pênis

Massageie suavemente os genitais do seu parceiro, mas lembre-se que não é para deixar tudo de lado e se concentrar apenas em uma masturbação. O importante é deixa-lo com o gostinho de “quero mais”. Suba as mãos acariciando novamente o peito e cabelos dele.

12. Descanso

Depois de um longo tempo, comece a reduzir a pressão da sua mão gradualmente. O processo de resfriamento deve levar pelo menos cinco minutos, só então o seu parceiro vai perceber a diferença na pressão da mão. Uma vez que você quase reduziu a pressão completamente, mova as mãos por todo o corpo do seu parceiro com cuidado e devagar para que ele ainda possa sentir seu toque suave, mas ele não pode sentir a pressão. Termine a massagem sensual beijando suavemente seu amante ao redor de seu corpo sem perturbar seu estado mental relaxado.

A massagem tântrica

A massagem tântrica é uma técnica originada na Índia há mais de cinco mil anos. Seu objetivo primordial é expandir os limites da consciência e do autoconhecimento. O que isso permite, no fim, é um alcance de prazer ainda mais intenso.

Este é um tipo de massagem erótica bem mais explicita e para realiza-la com sucesso é essencial que se faça um curso antes. Também são oferecidos sessões em conjunto, onde é possível fazer uma massagem tântrica ao lado do parceiro.

A massagem tântrica compreende dois momentos, mas ambos estimulam a libido e a energia sexual entre os parceiros: um em que os pontos de excitação são encontrados por todo o corpo e estimulados. E outro onde a massagem é focada nas partes íntimas.

massagem tântrica Cátia Damasceno

Aproveite a experiência

Seja qual for o tipo de massagem escolhido, é importante se desligar dos fatores externos e não ter pressa. Esse é um momento de conexão e para ativar toda a sensualidade e atração sexual entre os parceiros. Até, porque depois de uma massagem dessas, vocês podem partir pra algo ainda mais ousado…

Que tal experimentar o pompoarismo assim que vocês partirem para “os finalmente”? Eu tenho certeza que as contrações que você irá fazer na hora H vão deixar o clima ainda mais quente e vão deixar seu gato super empolgado!

Se você já experimentou alguma dessas técnicas, conte para a gente nos comentários! Não deixe de se inscrever gratuitamente aqui no blog e receber com exclusividade em primeira mão o melhor conteúdo sobre o universo feminino.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 avaliações, média: 5,00 de 5)