Sintomas de baixa autoestima? Descubra com 3 perguntas!

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Sintomas de baixa autoestima? Descubra com 3 perguntas!

Autoestima é a forma que enxergamos a nós mesmos. Ela reflete nas situações que vivemos e como tomamos nossas decisões, porém muita gente sofre com sintomas de baixa autoestima. Ter autoestima baixa é um problema atual que afeta muita gente de forma negativa em praticamente todas as áreas da vida. Este problema repercute no relacionamento a dois, nas relações sociais e até na saúde física.

Neste post você vai encontrar:

  1. Como identificar sintomas de baixa autoestima

  2. Características de quem sofre com este problema

  3. Dicas práticas para elevar sua autoestima

Eu sofro de baixa autoestima?

Responda as seguintes perguntas: você toma decisões que são boas para você? Você está contente com a pessoa que é? Sua visão sobre o que está ao seu redor é positiva? Se você a maioria das suas respostas foi “não” o seu amor próprio está prejudicado.

sintomas-de-baixa-autoestima

As mulheres, em particular, sofrem com a grande incidência deste problema. A pressão do dia a dia e as cobranças impostas a si mesmas muitas vezes prejudicam a visão que a mulher tem de si própria. Ela deixa de se achar bonita, sexy e perde a confiança nela mesma.

A fisioterapeuta urogenital Cátia Damasceno fala em seu blog Mulheres Bem Resolvidas sobre questões do universo feminino, principalmente na área de autoestima e relacionamentos. Cátia defende que as pessoas não devem se deixar ser rotuladas:

“Não é porque as pessoas dizem algo a seu respeito que aquilo é uma verdade. A sua verdade tem que ser algo em que você acredita, e acredite sempre em algo positivo. Afinal, todos nós temos virtudes”.

Neste vídeo a fisioterapeuta fala sobre autoestima e dá algumas dicas sobre o assunto:

Sintomas de baixa autoestima

  • Pouca ou nenhuma autoconfiança
  • Sentimento de culpa
  • Tendência a relacionamentos destrutivos
  • Excesso de crítica, frustração e insatisfação
  • Sentimento de inferioridade
  • Vulnerabilidade emocional
  • Necessidade de auto-afirmação
  • Necessidade de agradar
  • Perfeccionismo

características de baixa autoestima

Como elevar a autoestima?

A autoestima é construída ao longo da infância e da adolescência, mas é possível recuperá-la em qualquer idade.

Muita gente se pergunta como conseguir ter autoestima. Algumas posturas a serem tomadas de início são: buscar o autoconhecimento, identificar qualidades próprias, manter o diálogo interno e procurar relações saudáveis.

Para as mulheres pode ser um pouco mais difícil reconquistar a autoconfiança. A mulher precisa trabalhar o amor próprio, sentir-se bonita e sexy. Para isso, algumas dicas simples podem ajudar: fazer exercícios físicos, mudar o visual e cuidar da saúde.

felicidade-catia-damasceno

Veja 5 dicas práticas para aumentar a autoconfiança:

  • Se a sua baixa autoestima está relacionada a acontecimentos do passado, livre-se  deste sentimento deixando de arrastar o problema;
  • Faça um plano de vida e estabeleça metas alcançáveis;
  • Deixe de se comportar como vítima;
  • Pense nos seus pontos fortes, nas suas qualidades e nos feitos que já alcançou;
  • Celebre suas vitórias;

Uma prática que muitas mulheres têm buscado atualmente para se sentir melhor é o pompoarismo. Também conhecida como ginástica íntima, a prática milenar está virando febre, já que os resultados são visíveis no primeiro mês.

pompoarismo Cátia Damasceno

pompoarismo tem ajudado a recuperar a autoestima de muitas mulheres pois trabalha duas áreas primordiais: a saúde íntima e a parte sexual. Entre os muitos benefícios do pompoarismo estão: redução da cólica menstrual, diminuição dos efeitos da menopausa, atenuação da flacidez vaginal, aumento da lubrificação e da libido da mulher, orgasmos mais intensos. Além disso, o prazer do casal aumenta junto, já que a mulher consegue fazer movimentos internos que estimulam o parceiro.

Começar a praticar as dicas deste post pode ajudar a transformar a maneira como você se vê. O importante é buscar práticas que te renovem e que façam com que você deixe seus medos e limites para trás e comece a viver uma vida nova e positiva.

O que você achou deste post? Deixe sua opinião nos comentários e vamos conversar mais sobre o assunto! Beijos!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas: