Como identificar se você vive um relacionamento possessivo?

Se você gostou desse Blog clique no +1:

Como identificar se você vive um relacionamento possessivo?

Um homem protetor, atencioso, que está atento às suas necessidades, é o sonho de toda mulher não é mesmo? Mas quando o carinho e cuidado atingem níveis elevados e o ciúme parece ser a tônica do relacionamento, é melhor ligar o sinal de alerta: isso pode ser o indício de um relacionamento possessivo.

Muitas mulheres  nem ao menos sabem que estão nesse tipo de relacionamento. Às vezes são alertadas pela família, pelos amigos, mas acreditam que o ciúme do parceiro é normal, que a possessividade é na verdade, excesso de zelo. Mas  diferente do ciúme normal de uma relação, a possessividade engloba uma série de condutas que interferem no equilíbrio emocional, liberdade e até mesmo integridade física da mulher. Como identificar se você vive um relacionamento possessivo? Para te ajudar eu trouxe uma série de comportamentos que podem servir de alerta para detectar uma pessoa possessiva. No final da leitura, tenho certeza de que você terá tirado a maioria das suas dúvidas.

relacionamento possessivo

Quando uma pessoa é segura de si mesma, ela crê em quem está ao seu lado e não tem necessidade de controle. Já  as pessoas possessivas acabam se tornando tóxicas para o outro,pois acabam convertendo a relação em um círculo vicioso emocionalmente esgotante.

No post de hoje você  vai aprender a reconhecer uma pessoa possessiva e os comportamentos típicos que ela tem em uma relação. Para que você entenda melhor, separei o texto em alguns tópicos:

  • Ciúme exagerado
  • Atitudes controladoras
  • Mensagens e telefonemas constantes
  • Invasão de privacidade
  • Sabotagem nas amizades e interesses
  • Chantagens e manipulações
  • Sinais de alerta
  • Eu sou a possessiva. E agora?
  • Estou em um relacionamento possessivo. O que devo fazer?

Se você quer saber como identificar se você vive um relacionamento possessivo, siga lendo esse artigo e descubra. Vamos lá.

Ciúme exagerado

Nós já falamos aqui no blog sobre ciúmes exagerados. Preste atenção ao comportamento do seu parceiro. Ele fica com ciúmes quando você sai  com suas amigas? Quer que você fique todo o tempo somente com ele? Está fazendo você se distanciar da sua família? Pessoas possessivas sentem ciúmes de tudo aquilo que rodeia os parceiros, caso não estejam incluídas. Em casos extremos, ele pode eliminar seu contato com amigos e família porque fica com ciúme dos momentos em que passa com eles.

Atitudes controladoras

Homens e mulheres possessivas têm a necessidade de controlar seu companheiro a todo momento.  Se o seu parceiro precisa saber onde você vai , com quem vai, quando irá voltar, o que irá vestir, porque vai sair em vez de ficar com ele, é melhor ficar atenta.

O controle pode ser físico, emocional ou financeiro. Um homem possessivo pode proibir que você tenha um trabalho ou administre seu próprio dinheiro. Ele pode querer interferir também na escolha da sua roupa, corte de cabelo, maquiagem ou em outras decisões cotidianas básicas.

homem possessivo

Chamadas e mensagens constantes

Quando você sai, telefonemas e mensagens são constantes, sempre com motivos diferentes. Ele sempre está checando onde você está, com a desculpa de querer saber se você está bem. Pode chegar ao ponto de pedir para você enviar uma foto para saber se você está bonita. Mas na verdade, essas atitudes são apenas disfarces para controlar os seus passos.

A cada vez que ele manda uma mensagem ou faz uma ligação para saber onde você está ou que horas você vai chegar , reforça o seu comportamento controlador. Na cabeça dele, toda vez que ele te chamar, você deverá estar disponível.

Invasão de privacidade

Pessoas possessivas têm o hábito de olhar constantemente os celulares e redes sociais do parceiro em busca de algum indício, como fotos e mensagens que provem uma possível traição; e também para ficar a par de todos os seus movimentos. Se você está em um relacionamento possessivo em um grau muito elevado,pode ser que o seu parceiro peça que você saia das redes sociais ou proíba você de criar uma conta. O motivo: evitar que você se relacione com outras pessoas.

invasão de privacidade

Sabotagem nas amizades e interesses

Ter uma pessoa possessiva ao seu lado pode resultar em se afastar das coisas e das pessoas de que você gosta, pois ela irá querer ser sempre o seu único interesse. São comuns as críticas, as mentiras para afastar os amigos.

Preste atenção: Se você estiver em um relacionamento possessivo, provavelmente o seu parceiro vai começar a te introduzir nos círculos de amigos e familiares dele, ao ponto deles se tornarem suas únicas amizades.Isso vai garantir que ele te controle e que você dedique todo o seu tempo a ele.

Falta de respeito

É comum você escutar comentários negativos sobre você ou sobre seus relacionamento anteriores? Incluindo insultos (ainda que velados), descortesia, sarcasmo ou comentários críticos? Na maioria das vezes o objetivo é diminuir sua auto estima para que você se sinta sem valor e incapaz  de encontrar outra relação.

As pessoas possessivas também podem não respeitar suas escolhas profissionais ou acadêmicas. Na maioria das vezes, você pode se sentir pressionada a fazer o que ela quer, mesmo que a decisão seja exclusivamente sua.

Chantagens e manipulações

Uma pessoa possessiva pode ter atitudes manipuladoras. Por exemplo, seu parceiro pode ameaçar te deixar se não fizer exatamente o que ele quer. Ele também pode procurar pequenas formas de castigos, como deixar de falar ou “desaparecer” até que você peça perdão.

Em casos extremos, ele pode até ameaçar se suicidar ou praticar algum tipo de automutilação, caso você mostre muito interesse em amigos, família ou trabalho.  Em outras palavras: ele fará de tudo para que você se sinta coagida ou culpada e passe a maior parte do tempo com ele.

Sinal de alerta

Se o seu companheiro te agride física ou verbalmente, estamos falando de um problema de maior gravidade e você deve pedir ajuda imediatamente. Estar em um relacionamento possessivo e estar em um relacionamento abusivo são coisas muito diferentes. Ainda que a linha que distingue uma pessoa de caráter possessivo e outra de caráter violento seja muito fina, ela não  precisa ser ultrapassada. No momento em que seu relacionamento passar a ser abusivo, pare de pensar que o outro pode mudar e fuja. Você merece alguém que te valorize e que te queira assim como você é.

relacionamento possessivo

Eu sou a possessiva, e agora?

Nem sempre os homens são os possessivos das relações. Muitas mulheres tentam controlar cada passo do parceiro, transformando o namoro ou casamento em algo tóxico. Se você se identificou com alguns dos itens descritos acima, é melhor você parar e refletir sobre o seu comportamento. Veja algumas dicas valiosas que podem te ajudar melhorar a confiança no relacionamento e dar adeus aos ciúmes:

  1. fale com seu companheiro de forma sincera e diga o que te deixa insegura;
  2. utilize a energia que você gasta controlando seu parceiro em projetos pessoais;
  3. trabalhe sua autoestima. Isso vai diminuir sua insegurança;
  4. pratique a empatia. Você gostaria que seu parceiro soubesse de todos os seus segredos? Provavelmente não;
  5. deixe de mandar mensagens ou ligar para ele a todo momento;
  6. tenha o seu próprio espaço e um momento para passar sozinha;
  7. aceite que o amor pode não durar. Isso é normal e não significa que você não merece ser amada;
  8. tenha sua própria vida.

Estou em um relacionamento possessivo. O que devo fazer?

Essa não é uma pergunta fácil e não existe uma resposta certa ou errada. Converse com o seu parceiro e diga o que sente. Fale de seus sentimentos, suas frustrações e sua infelicidade. Veja o que pode ser feito para melhorar a relação. Caso você perceba que ele não vai mudar, corra! Sua integridade, tranquilidade, saúde física e emocional precisam vir em primeiro lugar. Nunca duvide disso!

relacionamento possessivo

Refletir sobre um relacionamento nem sempre é fácil, mas às vezes é necessário para podermos alcançarmos nossa felicidade e nosso bem estar. E então, você se identificou com esse tipo de relacionamento? Ficou com alguma dúvida sobre esses sinais? Escreva pra mim pelos comentários e eu ficarei super feliz em responder!

Eu quero te fazer um convite muito especial. Há algum tempo eu criei a Semana da Mulher Bem Resolvida, um evento 100% online e gratuito onde falo sobre todos os assuntos do universo feminino: sexualidade, sensualidade, relacionamento, autoestima. É uma semana incrível, cheia de exercícios e que você vai poder falar comigo e tirar todas as suas dúvidas! Para participar, é só se inscrever no link abaixo.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

  • Andressa Tosta

    Ai Cátia, me identifiquei com quase todas. Estou tentando melhorar isso, mas as vezes no impulso acabo agindo da mesma maneira que prometi não agir mais. É ruim pra mim e é ruim pra ele.. Não sei o que fazer pra essa mudança vir de mim.

  • Aline

    Cátia, nunca fui possessiva, mas depois que peguei meu marido tendo um começo de flerte no facebook, fiquei muito mal, muito magoada. Excluímos nossas redes sociais. Mas agora estou totalmente insegura e estou controlando ele. O que faço para melhorar isso ?