Se você gostou desse Blog clique no +1:

Como lidar com a opinião do outro? Ela importa mais do que a sua?

Todos nós queremos nos sentir parte de algo, seja uma família, um grupo de amigos ou uma equipe de trabalho. Para alcançarmos esse desejo, fazemos de tudo para nos encaixar, para sermos valorizadas e respeitadas. Mas o que acontece quando você precisa mudar a sua maneira de ser, de se comportar ou pensar, achando que os outros vão te aceitar melhor? Será que você não está dando muita importância à opinião do outro? Afinal, ela é mais importante do que a sua? Veja como saber se você está caindo nessa armadilha e como sair dela.

opinião do outro

No texto de hoje vamos abordar os seguintes tópicos:

  • O que tem de errado em seguir a opinião do outro?
  • Como a opinião do outro afeta
  • O que as pessoas pensam de você não pode te afetar
  • Não viva para agradar aos outros
  • Algumas dicas
  • A sua opinião é a mais importante

O que tem de errado em seguir a opinião do outro?

Vamos falar a verdade. Todas nós queremos ser aceitas, queridas e amadas. Isso é completamente normal. Não há nada demais em ouvir a opinião de uma pessoa que é importante em nossas vidas, seja um namorado, amigo, vizinha ou colega de trabalho. O problema surge quando você fica tão focada em agradar o outro que acaba comprometendo sua saúde e felicidade no processo.

Torna-se um problema grave se você sentir que a aprovação dos outros é o oxigênio que você precisa para respirar.

Como a opinião do outro afeta alguém?

Algumas pessoas chegam a se sentir mal estar com as críticas dos outros. Elas evitam determinadas situações por causa de sentimentos de insegurança e medo, desistem de seus próprios desejos, a fim de agradar aos outros. Renunciam à sua própria individualidade, a fim de ser apreciada ou amada por um grupo.

O que as pessoas pensam de você não pode te afetar

Coloque na sua cabeça que a opinião que elas têm de você não deve ser importante para sua vida e nem te afetar. Se as pessoas têm uma boa opinião de você, ótimo, e se não, é uma pena. Elas não pagam suas contas, não são responsáveis pela sua saúde ou sua família, então, não devem ter tamanha importância para você.

Não viva para agradar aos outros

Sempre devemos ouvir a opinião das outras pessoas, no entanto, só nós podemos dar o poder de ser definitiva ou não para as nossas vidas. Ela não pode guiar as nossas ações, por isso, se vivemos em torno das opiniões dos outros, mais cedo ou mais tarde acabaremos por nos frustrar.

Quando você vive em torno do desejo de agradar aos outros, acaba esgotada na tentativa de ser o que todos esperam. O  mais importante é tentar ser você mesma, para ser ouvida, compreendida e respeitada.

opinião do outro

Algumas dicas

1. Não procure saber o que os outros pensam de você

Acredite: ignorar o que as pessoas acham de você vai fazer você muito mais feliz. De qualquer forma, em muitas ocasiões, o modo como as pessoas percebem você pode ter mais a ver com eles do que com você mesma. Elas podem gostar de você ou não simplesmente porque você recorda alguém do passado e isso não tem nada a ver com você.

2. Aceite que a opinião de outra pessoa não é seu problema

Se uma pessoa forma uma opinião sobre você baseada em superficialidades, cabe a ela, não a você, mudar esses  pontos de vista baseando-se em fatos  objetivos e racionais.

Em poucas palavras: as opiniões que outras pessoas têm sobre você é problema delas, não seu. Quanto menos você se preocupar com o que elas pensam de você, menos complicada sua vida vai se tornar.

3. Veja o benefício em ser único

Se você está pensando como todo mundo, você não está pensando. E se você não está pensando, você não está realmente vivendo. É da natureza humana tentar imitar outros seres humanos que admiramos (talvez uma figura paterna ou uma celebridade), especialmente quando nos sentimos inseguros em nossa própria pele. Mas tentar ser alguém sempre deixa uma sensação de vazio interior. Por quê? Porque o que nós gostamos nas pessoas que admiramos é a sua individualidade, as qualidades que as tornam únicas. Por isso, quanto mais relaxado estiver com suas diferenças, mais confortável você começa a sentir apenas sendo você. Comemore ser diferente, incomum e até mesmo um pouco sobre o estranho lado. Isso pode te fazer sentir especial e melhorar sua autoestima.

4. Tire proveito das críticas

Existem críticas que são construtivas e podem servir para nos ajudar a melhorar. Já outras são prejudiciais, sem finalidade nenhuma. Você precisa aprender a diferenciar e tirar proveito delas para melhorar sua vida.

Até mesmo a crítica prejudicial pode conter a semente do sucesso se você analisá-la e usá-la para a sua vantagem. Se não forem úteis, descarte-as sem pena.

5. Afaste-se de algumas pessoas

Fique longe de pessoas que só sabem criticar. Uma coisa é uma crítica construtiva, o que ajuda a crescer e melhorar (mesmo que doa um pouco), outra coisa é a crítica que só serve para apontar os defeitos. Fique  longe de tais pessoas e se cerque daquelas  que vão apoiar e incentivar você. Isso não significa que elas sempre terão que te dar razão, mas pelo menos te apoiam. Você não precisa parar de falar com algumas pessoas, apenas manter uma certa distância.

opinião do outro

A sua opinião é a mais importante

Ouvir a opinião de outras pessoas pode ser de muita utilidade, mas nunca se esqueça de passar pelo filtro de sua própria razão, seus desejos e esperanças. Tenha em mente que sempre vão te criticar por alguma coisa, já que é impossível você agradar a todos. No final, a única opinião que importa é a sua, afinal, só você sabe o que é bom ou não para a sua vida.

Se identificou com o artigo? Também tem dificuldade em não dar ouvidos a opinião dos outros? Conte sua história aqui nos comentários. Vou ter prazer em te responder.

Super beijo!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

  • Jacqueline Souza

    Cátia, quando eu tenho relação com o meu esposo e fico exitada, sinto um encomodo lá na pepeca (uma fiscada que incomoda, um pouco dorida) e vezes na hora dele penetra também, mesmo estando bem lubrificada. Também não consigo sentir muito prazer na relação e nunca cheguei ao orgasmo. 😟😭
    Já compartilhei com o meu esposo e vi seus vídeos sobre orgasmos e preliminares e colocamos em prática sua dicas, mais ainda sim não sinto sensações prazerosas, exitantes.
    Gostaria de saber o que você pode
    me dizer com relação ao meu poblema?