6 dicas para vencer a insegurança no seu relacionamento

Se você gostou desse Blog clique no +1:

6 dicas para vencer a insegurança no seu relacionamento

Hoje nós vamos falar sobre esse assunto que é tão chato, mas que influencia diretamente no sucesso de qualquer relacionamento: a insegurança. Nos tópicos, você vai conferir:

– Como lidar com a insegurança

– Como vencer o medo de ser rejeitada e o ciúme

– Dicas para virar o jogo, deixar a insegurança de lado, se encher de confiança e dar a volta por cima.

Veja o vídeo abaixo no qual eu falo um pouquinho sobre se sentir insegura em um relacionamento.

A insegurança não aparece do dia pra noite. Ela é consequência de pequenos sinais que você vai percebendo devagarzinho, ao longo do relacionamento: uma resposta atravessada aqui, um jeito diferente de te olhar ali, uma estranha impaciência que antes não existia… Das primeiras vezes, aposto que você até se esforça para ignorar estes sinais e tenta não dar atenção a eles. Pensa que é tudo coisa da sua cabeça e que não vale a pena se preocupar com estas “besteiras”, certo? Mas, aí, basta um comentário desagradável ou uma discussão fora de hora e, pronto: é nesse momento que a insegurança ganha espaço dentro de você e, se ela vier acompanhada da angústia e do ciúme, dois dos seus principais aliados, esta combinação pode se tornar uma grande ameaça ao bem-estar da sua relação.

inseguranca

Você se arrumou de um jeito especial, passou um bom tempo se produzindo, e ele, que sempre te elogiava, parece nem ter notado?  O dia começou já há algum tempo pra ele e a tradicional mensagem de “bom dia” ainda não chegou no seu celular? Aquele beijo apaixonado e aquele olhar de admiração que rolavam toda vez que ele te via deram lugar a um selinho sem graça e sem vontade? Eu sei que aqui você já ligou o seu sinal de alerta e aquela pergunta insuportável resolveu te fazer uma visita: “será que ele tem outra?”.

E, se esse pensamento realmente apareceu, o que eu tenho para te dizer é: em primeiro lugar, calma. Pode ser que ele ainda te ame tanto quanto amava no início da relação. Pode ser que, pra ele, tudo esteja indo bem e que estes problemas que você pensa estar vivendo não passam de coisas da sua cabeça.

Vamos lá?

insegurança

6 dicas para deixar a insegurança de lado

1. Invista em você e se valorize

Quando estamos inseguras na nossa relação, muitas vezes pensamos: “o que estou fazendo de errado?” ou “por que ele perdeu o interesse em mim?”. Antes de mais nada, tenha consciência que, muito provavelmente, não há nada de errado contigo. Os homens é que têm, por natureza e instinto, um desejo quase que incontrolável pela conquista, pela novidade, pelo desafio. Eles são muito competitivos e não costumam gostar de monotonia, de “jogo ganho”.

Pode reparar que, quase sempre, quando o homem percebe que a mulher está completamente apaixonadas, ele se distancia e perde um pouco do interesse.

Não estou dizendo aqui para você não se apaixonar ou para esconder os seus sentimentos. Longe disso! Mas tente criar meios de manter-se sempre interessante, sempre atraente. Não seja tão dependente do seu namorado ou marido. Invista no seu crescimento e no seu próprio sucesso fazendo algo diferente pra você. Mude o visual de tempos em tempos e curta a sua aparência. Comece um curso e aprenda algo novo. Faça novas amizades e conviva com outras pessoas, em novos ambientes. Essas atitudes vão te deixar mais segura, mais confiante e, sinceramente, das duas, uma: ou você vai desafiá-lo a te conquistar sempre, todos os dias (e ele vai adorar), ou, se ele continuar não te dando bola, você vai perceber que é mulher interessante o bastante para conquistar um homem mais digno do seu amor e do seu carinho.

mulher confiante

2. Não deixe o ciúme mandar na relação

Tá aí o grande vilão de qualquer relacionamento: o ciúme, quando fora de controle, é capaz de destruir a relação até daqueles casais mais firmes e estáveis. Uma pequena discussão por causa de uma foto curtida ou alguma mensagem recebida nas redes sociais é super normal, assim como se irritar ao ver ele olhando toda hora para os lados na praia, por exemplo. Isso não faz de você uma pessoa ciumenta além do limite.

O ciúme passa a ser um problema quando você começa a fazer coisas que antes nem imaginava, como, por exemplo, seguir o seu namorado para ver aonde ele vai ou então esperá-lo dormir para mexer no celular dele e checar as mensagens, os e-mails, as fotos. Esse comportamento autodestrutivo ajuda em nada e só vai te deixar mais insegura e angustiada.

mulher ciumenta

Meu conselho: antes de chegar nesse ponto, reflita, converse, busque alternativas junto ao seu parceiro. Não deixe o ciúme chegar ao ponto de dominar todos os seus outros sentimentos e transformar o amor em algo estressante, pesado e que te faça sofrer.

3. Atenção: pare de querer chamar tanto a atenção

Você está sentindo que ele não te dá mais a mesma atenção que ele te dava no começo? Isso é um tanto quanto natural depois de um tempo de relacionamento, não significa que ele deixou de se importar ou que gosta menos de você.

Os homens tendem a ser mais “desligados” que as mulheres, mas isso não significa que você precise lembrá-lo o tempo inteiro que você está ali. Um passo importante para que ele te note é se valorizar, como eu já disse no primeiro item desta lista, mas é bom entendermos também que mendigar a atenção do parceiro pode ter o efeito contrário: ele pode se cansar daquelas reclamações do tipo “você não me manda mais mensagens como antigamente”, “você não diz mais que sou bonita” ou “você não faz mais questão de conversar ou ficar comigo”, e vai começar a te evitar.

Eu vou te dar uma dica para você passar por este momento turbulento: às vezes é coisa da sua cabeça e o melhor é deixar o relacionamento fluir naturalmente. O seu parceiro irá perceber que você deixou de cobrar tanto e irá naturalmente voltar a te elogiar quando perceber novas atitudes, e não se sentirá na obrigação de ter que fazer aquilo porque você pediu.

4. Controle suas expectativas: seja realista!

casal feliz

Uma das maiores dificuldades de uma relação, principalmente no início, é a de entender que o outro não é perfeito. Ele tem fraquezas, problemas, altos e baixos e inúmeros defeitos, como qualquer ser humano.

Se você imagina estar se relacionando com alguém acima do bem e do mal, imune às tentações, está enganada e vai se decepcionar. Não deixe a insegurança te dominar cada vez que ele fizer algo que te chateie. Pelo contrário! Acredite no sentimento de vocês e se fortaleça. Você não é perfeita, nem ele. Se espera se relacionar com alguém para se sentir feliz é melhor parar antes de começar!

A pessoa perfeita não existe, e se você não está feliz com você mesma, não há ninguém no mundo que irá fazer isso por você.

É claro que existe, sim, muito homem sem-vergonha, galinha mesmo, e que não aguenta conviver com a ideia de se relacionar com uma só mulher, mas te garanto que a grande maioria deles é diferente e está disposta a encarar um relacionamento de verdade. Lembre-se que nem você e nem ele são perfeitos e não deixe a insegurança aprofundar os pequenos deslizes que ambos cometerão ao longo da trajetória.

5. Respeite o espaço do outro

Todo homem gosta – e precisa – de liberdade. É muito raro encontrar algum que se sinta bem se relacionando com uma mulher que o encha de perguntas o tempo todo e que o sufoque com ciúme desmedido. A insegurança da mulher, quando frequente, gera impaciência e desinteresse no homem.

Se forem casados, respeite o tempo dele quando ele quiser se afastar um pouco, ou ficar mais em silêncio. Isso pode durar algumas horas, ou alguns poucos dias, é normal. Não force a barra de uma aproximação, pois o homem precisa deste tempo, e naturalmente irá voltar a se aproximar depois deste tempo mais paciente e atencioso.

Seja parceira, companheira, compreensiva. Incentive seu namorado a ter um tempo só para ele ou com os amigos. Ele vai te admirar ainda mais e, por consequência, vai ficar mais próximo de você.

6. Seja clara: os homens não entendem as nossas indiretas

casal conversando

Quantas vezes você já o chamou (mentalmente) de idiota e chorou de raiva porque ele não entendeu o que você quis dizer quando estava chateada? Quantas e quantas vezes você usou todo o seu repertório de indiretas, algumas bem irônicas, e nada surtiu efeito? Homens e mulheres são muito diferentes nesse sentido então faça um grande favor a ele: se algo estiver te incomodando, simplesmente, fale. Nada de joguinhos ou charminhos.

E o que isso tem a ver com insegurança? Simples: se você estiver se sentindo insegura ou com ciúmes, não fique se escondendo por trás de caras e bocas, fazendo birra, com poucas palavras e cara de poucos amigos. Chame-o para uma conversa. Sim, é simples assim e você precisa encarar o diálogo se quer que ele te entenda melhor. Diga o que você está sentindo e, mais do que isso, o porquê de você estar se sentindo assim.

A comunicação é uma arte que poucos casais dominam. Uns se calam e não conversam sobre aspectos importantes da relação, seja por receio de magoar ao outro, seja apenas por acomodação. Tem aqueles que passam do ponto e discutem a toda hora, fazem cenas de ciúme, barracos homéricos e escândalos memoráveis.

Seja diferente e passe a controlar a forma de comunicar e expressar sua insegurança. Seja o meio-termo: nem guarde tudo pra si e nem se torne uma máquina de DR (discutir a relação). Converse, exponha, debata, sem frescuras, sem rodeios e sem chiliques. Ele, homem, prático e objetivo por natureza, vai adorar sua forma simples de lidar com aquilo que te desagrada.

Controlar a sua insegurança é a melhor arma contra os sentimentos que podem surgir a partir dela, por isso, o autoconhecimento e inteligência emocional devem ser trabalhados sempre.

Aplicação prática

Vamos ver se nos encaixamos em um dos pontos abaixo?

mulher pensativa

– Eu não me valorizo, estou sempre me desprezando e querendo que ele me elogie;

– Eu e ele brigamos muito ultimamente por desconfiança minha: estou sempre implicando com o celular dele ou com o trabalho e sempre acho que ele está falando com outras mulheres;

– Eu não me sinto completa, achei que seria 100% feliz com ele, mas ainda tenho problemas;

– Às vezes ele quer ficar um tempo mais distante, sem conversar muito. Há algo de errado comigo?

– Sempre brigamos quando tento falar sobre algo, é como se não falássemos a mesma língua e ele nunca entende o que quero dizer.

Bom, agora que listamos juntas alguns dos problemas mais comuns, vamos identificar aonde estamos errando. Certamente com alguns passos simples, como dar mais espaço para o parceiro, nós iremos passar por esta fase.

Se você quer saber mais sobre como desenvolver suas qualidades, entre os dias 3 e 13 de outubro acontece a Semana da Mulher Bem Resolvida, uma semana totalmente dedicada às mulheres na qual vamos discutir assuntos como relacionamento, autoestima, sensualidade, sexualidade e saúde. Nós vamos juntas aprender a lidar com alguns problemas que atingem todas as mulheres em uma série de palestras e cursos. Para se inscrever na Semana da Mulher Bem Resolvida basta clicar no link e fazer parte deste evento gratuito!

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com suas amigas:

  • Lelma

    Nossa, amei seu texto…

  • Viviane

    Muito obrigada pelo texto! Me ajudou muito! Obrigada!
    <3 🙂

  • Joyce Pereira da Silva Roriz

    Muito bom!Acho que o segredo é a gente se conter e pensar no que podemos evitar…Adorei parabéns Cátia!São palavras que nós fazem repensar se compensa realmente continuar com tantas incertezas e inseguranças.Foi muito bom passar por aqui hoje!Bjos!

  • cleidiana fernandes da silva

    Amei as dicas Catia.

  • Pamela Almeida

    Cátia adoro a forma como você aborda os assuntos,estou aprendendo muito com você!! Amo as dicas e a forma engraçada que você tem de ensinar as coisas!!
    Sou fã,acompanho tudo que posso!! Parabéns e obrigado!!

  • master chief

    vim parar aqui por causa da minha mulher!!ja não to aguentando mais com tanta insegurança pra tudo,não jogo mais futebol,não tenho mais amigas e nem amigos..se for na casa de um amigo pra trocar uma ideia eu tenho q levar ela senão acho q vou pra uma suruba!!!nem facebook eu tenho,meu zap não tenho contato de mulheres(só da minha mãe)tem ciume da prima,tia,cunhada,sobrinha ou qualquer mulher que apareça no meu caminho. ou seja qualquer mulher se torna algo realmente perigoso,se olhar no retrovisor é pq to olhando pra alguem,se aparecer mulher na tv sensual a culpa é minha…pqp se arrependimento matasse é 24h enchendo meu saco!!!

  • Like